sexta-feira, 30 de abril de 2010

Volantes GTE, GTE Spyder, GTS, GTI e GTC

Outro dia meu amigo Sérgio Ambrogi, especialista em volantes antigos e restaurador de primeira qualidade (tel. 11 - 4426 3117) , me pediu a chave do meu Puma para medir o volante, porque disse que tem dois tamanhos. Eu confirmei, ele foi lá mediu e afirmou que meu volante era maior. Não entrei em detalhes no dia, mas venho agora esclarecer a dúvida, da qual ele vai ficar de cabelo em pé.
O volante preto que substituiu os F1 de alumínio dos antigos GT, saíram no GTE em 1970. Além de moderno e esportivo, ele veio baratear os custos da fabrica. Ele tinha diâmetro de 320 mm, boa empunhadura e um bom acabamento.
Muitos pensam que o volante que saiu em 1970 é igual até 1974. Alguns acham que mudou somente o tamanho, mas existe outra diferença que explicarei agora. No comparativo abaixo vemos na primeira foto o volante lançado em 1973, com diâmetro de 340 mm e desenho semelhante ao antecessor. Por ter mudado a carroceria e o painel, o volante pode ser maior, reparem na distancia do furo da haste até o raio do volante entre os dois, perceberam que o da foto superior (1973 a 1974) é ligeiramente maior que o modelo da foto inferior (1970 a1971).
Outro comparativo para ver melhor a diferença.
Já no comparativo abaixo, mostro a outra diferença entre os três modelos e novidade para muita gente, isso três modelos, porque em 1972 é outro volante. A diferença do volante de 1970/1971 para o volante de 1972 é o centro do desenho, no 1970/1971 é bem redondo, realçando o centro como uma circunferência. No volante de 1972, esse centro tem desenho mais curvado, igual ao do volante de 1973/1974, porém com diâmetro de 320 mm como o de 1970/1971.
Em 1975, a Puma mudou a posição do volante, com a barra de direção sendo fixada ao painel em outra posição, deixando o volante mais na vertical. Assim foi obrigada a diminuir novamente seu diâmetro, agora 320 mm, devido ao espaço para as pernas. Mudou também o desenho, acompanhando o mesmo desenho do Puma GTB lançado em 1974.
Em 1976 já na nova carroceria com novo painel, o volante teve seu estilo alterado, mas como os mesmos 320 mm.
Somente em 1979 e graças a Deus, o volante foi redesenhado, ficando nos estilo dos volantes ingleses Moto-lita. Alguns veículos do final de 1978 já saíram com esse novo volante de 320 mm, mas não se sabe quando e qual outra referência para se balizar.
Nos modelos GTi / GTC lançados no final de 1980, a única diferença era a pintura das hastes, agora em prata fosco. Muitos clientes não aceitavam e reclamavam que queriam a cor antiga em preto fosco automotivo. A Puma que sempre agradou seus clientes, promovia a substituição. Era o recall silencioso da fabrica, intitulado assim pelo meu amigo e ex-designer da Puma Paulo Sérgio Fonseca Alves.

8 comentários:

smarca disse...

Pelo visto o volante de 2 raios causa repulsa até hoje, 30 anos depois de ter sido lançado, hehehe.

Mas há 2 excelentes detalhes sobre este volante, que adotei no meu GTS 78 em substituição ao de 3 raios prata (cor não original portanto e que agora equipa o Puma do Marcelo), adquirido do amigo Sérgio Ambrogi, por sinal:

- Foi o único volante no qual o Puma adotou o estilo de couro furadinho, semelhante ao padrão Mercedes-Benz, que ajuda bastante na tocada, pela própria rugosidade do material.

- Pelo fato de ser o único que tem as hastes retas e não inclinadas para fora como todos os outros volantes de todos os modelos e anos existentes, a maior distância entre o volante e o banco, por menor que seja, para quem tem uma estatura mais alta que a média (como eu - 1,84 m) torna perfeita a posição de dirigir o Puma.

Eu senti isto na prática quando troquei o volante e, com o tempo, acabei gostando bastante dele, exceto pela necessidade de ter um pouco de cuidado de nunca forçar muito o volante pelas bordas do aro que estão mais distantes das 2 hastes, pois parece que vai quebrar. E dizem que quebra mesmo, hehehe.

Hélcio disse...

Felipe,
essa postagem confirma o que eu queria saber quando lhe pedi as medidas do seu volante no email que te passei.
Antes de te perguntar, tirei as medidas dos volantes de 2 pumas aqui, um GTE Spyder 72 e uma GTE 74 e realmente eram parecidos, mas com diâmetros diferentes!
Resolvi te perguntar pq sabia q vc teria uma explicação pra isso, eu achei que era apenas uma coincidência, hehehe...

abraços,
Hélcio.

Felipe Nicoliello disse...

Sandro,
Na sua opinião, o volante de dois raios tem visão melhor para os instrumentos que o de três?

Hélcio,
O Sérgio foi no meu carro aquele dia e dois dias depois vc me perguntou, por isso achei necessária a publicação imediata. Procuro sempre colocar os itens que existem mais dúvidas para saná-las.

smarca disse...

Felipe, com relação à visão não senti diferenças, pois o que fica um pouco escondido (pessoas de estatura mais alta) é a parte superior do velocímetro, esse o grande prejudicado.

Porque o início da faixa vermelha do tacômetro fica na descendente direita do ponteiro e os outros 3 instrumentos da direita não são ofuscados pelo volante.

O problema mesmo é a faixa dos 60 aos 100 km/h no velocímetro, maioria absoluta da fiscalização, na cidade e na estrada.

Mas isso com qualquer dos 2 volantes.

O que melhora no volante de 2 raios é a distância maior (parece insignificante mas não é na prática) entre ele e o encosto do banco, numa regulagem apropriada para pessoas de estatura mais alta, inclusive considerando o banco todo recuado para trás até o limite original do trilho.

Senti isso na prática quando troquei o volante. E por isso gosto dele.

smarca disse...

Ahhh ... mais um comentário: meu Puma é um GTS 78, o último com o painel antigo.

Com a mudança do painel em 79 (injetado) não tenho certeza se algo mudou na fixação da coluna de direção, mas todos os Pumas 79 e 80 que tive a oportunidade de olhar, sentar na posição do motorista, o volante me pareceu ligeiramente mais baixo que o meu, escondendo mais ainda a faixa crítica do velocímetro.

Pode ser só impressão, pode ser a altura dos bancos, não tenho certeza do que é, mas há alguma diferença. Ou foi só coincidência, sei lá. Mas um dos Pumas foi o do Uli, original de painel e bancos.

Foi ele aliás que notou isso quando dirigiu meu Puma e eu confirmei depois, no Puma dele (GTS 80) e em outros Pumas.

Felipe Nicoliello disse...

É o que eu imaginava. Hoje sofremos com esse problema, pq muitas vias as velocidades máximas estão entre 60 e 70, repletas de "pardais" (radar), e a gente fica se esticando para ver em que velocidade estamos. Pior é nas lombadas eletrônicas que a maioria é de 40 km/h de máxima, aí é judiar do pescoço da gente. Na época, a coisa menos importante de se ver em um velocímetro de carro era até essas velocidades citadas, pq nas estradas, as únicas vias fiscalizadas, era 80 km/h de máxima.

Gusta Mattos disse...

Acho bonito este volante de 2 raios. Estou reformando uma GTS 76 (bunda caída). Alguém sabe onde encontro?

Dudu Marques disse...

Comprei uma gte 78/79 e estou com um pouco de dificuldades em saber se devo buscar características de 78 ou 79.. Alguém sabe me ajudar? Esse volante de 1979 não vem com o emblema do puma, mas com o escrito Puma, originalmente?