sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Eventos - VII Puma Jundiaí

É neste domingo, dia 14 de setembro de 2014 o encontro anual do Puma Club de Jundiaí-SP. A turma do Puma Clube e pessoal de São Paulo vão se encontrar no posto BR na Rodovia dos Bandeirantes, km 29, logo depois do Rodoanel, às 9:00 horas, partindo para Jundiaí pela Rodovia Bandeirantes até o Km 45, saindo para a Rodovia Anhanguera e depois na saída do Km 55 para a Av. Nove de Julho.
Vamos participar!!!

quarta-feira, 3 de setembro de 2014

Foto do dia - Making Of Puma

As fotos para a reportagem da revista Classic Show deste mês foram feitas no kartódromo da Granja, em Cotia-SP e eu acompanhei os trabalhos.
Da esquerda para direita: Sergio Campos, proprietário do Puma GT; Felipe Nicoliello, do Puma Classic; Atos Fagundes, da revista Classic Show; Luís Eduardo, proprietário do GT Malzoni e Gustavo Cruz, do Puma Clube.

Reportagens - Expresso Motor

Saiu no Expresso Motor, suplemento do jornal Expresso Popular de Santos-SP, a matéria sobre Puma escrita pelo meu amigo Eduardo Rodrigues.


Foto de época - GTE 1977


Este Puma é do Lucas Maestri Fanarof, que nos conta uma historinha sobre o carro:
Cara, essa história é longa, esse Puminha era do meu falecido avô, Adiodato Maestri, desde zero km. O último ano de vida dele, ele me deu o Puma e eu prometi cuidar, restaurar e NUNCA vender. Já tive várias oportunidades de vendê-lo por dinheiro alto, mas a resposta sempre foi NÃO, antes mesmo da pergunta final. Enfim, um dos meus melhores amigos e meu mecânico possui um Puma Tubarão 1970 e um Puma amarelo conversível que comprou por R$ 500,00, isso mesmo, R$ 500,00!!! Ele pretende restaurar o GTS. Uma de nossas metas é juntar o povo daqui do Rio Grande do Sul, amantes e donos de Puma para conseguir reerguer o Puma Clube de Porto Alegre. Peço a divulgação no Puma Classic, que sou fã há tempos. Forte Abraço! 
Lucas - contato:  lucas_fanarof @ hotmail.com
Está dado o recado, moçada de Porto Alegre, vamos nos unir para fortalecer a marca Puma. 
Lucas comece a promover mini-encontros em alguma praça da cidade para vocês se conhecerem, eu ajudo na divulgação. 





MENOS UM - GTB S2 Branca

No dia 10 de agosto de 2014, no evento de Autos Antigos da Faculdade Fundação de Santo André, realizado na cidade de Santo André-SP, o meu amigo Edevaldo fez a imagem abaixo brincando comigo sobre qual seria o modelo de carro. 
 Logo depois, outro amigo, Carlos Hansen também registrou o fato, agora pegando os detalhes.
Gostem ou não está aí o registro e podem falar o que pensam a respeito, "Comentários" está aí para isso.




Desrespeito - História Puma

O meu amigo Valmir Valentim Gomes esteve em Foz do Iguaçu e passeando pelo Shopping notou que havia uma exposição de veículos antigos, não eram muitos, uns dez, mas o que chamou atenção dele foi o GTC amarelo com um cartaz ao lado explicando a história Puma. Claro, como sabe que eu gosto dessas coisas fotografou e logo já estava nas minhas mensagens. Vejam:
 Falar sobre esse carro, que conheço o proprietário, pessoa muito correta e um bom amigo, eu não falo mais. Já falei sobre aquilo que fez no Puma em 2008, mas cada um com seu conceito. Agora coisa que não aceito e o Desrespeito aqui é o CARTAZ. O leigo que lê a história, correta, apenas com um erro - o Puma foi o terceiro carro de fibra e não o segundo, este foi o Willys Interlagos e o primeiro o Moldex - imagina que o carro ao lado e no cartaz é um modelo Puma e, na verdade, pouco lembra um Puma. Tanto que nem podemos saber se tratar de um GTS ou GTC. Tudo bem, quer ter o carro todo alterado, problema de cada um, mas não coloque esse cartasz ou troque a foto por outra de um modelo original. Até que seria melhor, assim as pessoas veriam as modificações realizadas pelo "estilista".
 Modificações que não deixou um canto sem mudança...
 ... Até a mecânica, a qual vemos pelo capô transparente o motor AP 1800.
 Só mesmo os apaixonados pelo Puma podem reconhecer um detalhe ou outro original que sobrou.



Comunicado sobre Importações de Veículos - FBVA



segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Vista Aérea - AM1

O Puma AM1 do meu amigo Antonio Dourado Filho. Por esse ângulo, podemos perceber a harmonia do desenho originalmente do Puma P-018, projetado por Milton Masteguin.

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Museu - Coleção Olds Car Club - Gravatá

Já tinha ouvido falar da bela coleção existente em Gravatá-PE, uma ótima localização para veículos antigos pelo clima seco. O meu amigo Antonio Dourado Filho, pumeiro pernambucano, foi lá conferir e fotografar a coleção de esportivos, como ele nos diz: "Há inúmeras coleções (garagens) particulares e um museu aberto ao público mediante pagamento de ingresso. Dentre as particulares se destaca a Old Cars Clube que possui todos (todos mesmo) carros esportivos nacionais. De TL Sport a Brasinca GT 4200, passando por GTX, JK Timb, Interlagos, Karmann Ghia e Puma, claro, que são ótimos. Há também alguns importados, mas não é o foco da coleção." 


 GT Malzoni branco ao lado do Puma GT (DKW) prata.






 Um belo Puma GTE 1971.



 O raro Interlagos II, projeto da Willys de 1966, conhecido por Capetinha, pois se tivesse sido lançado usaria o nome Capeta do projeto de 1964 que se encontra no Museu do Automóvel de Brasília. O Capetinha foi baseado no Willys Interlagos, com algumas modificações na carroceria, chassi novo e interior totalmente remodelado em comparação ao Interlagos. Com a compra da Willys pela Ford, o Interlagos foi descontinuado e o projeto deste único veículo construído foi engavetado.Na verdade este seria e evolução do Interlagos.


 Todos os modelos de Willys Interlagos, Conversível, Berlineta e Coupê.

 Outra raridade, o Uirapuru 4200 GT...
 ...Com motor Chevrolet 6 cilindros da Veraneio. O motor do Opala ainda não existia.

 Os vários modelos de Karmann Ghia.


 Mais uma raridade, com produção de 17 ou 19 veículos (não lembro agora): o Hofstetter, esportivo baseado no protótipo de Giugiaro. Este tinha motor de Passat entre eixos traseiro, chassi próprio e um desenho surpreendente, até hoje.


 Todos os esportivos nacionais.



 Chevrolet Opala SS e FNM (Alfa Romeo) não poderia faltar.
O Chrysler GTX foi um ícone em 1969, sendo considerado o melhor carro do Brasil naquele ano. Era a versão esportiva do Chrysler Esplanada.
 A bonitinha Romi-Iseta...
 ...Que ao lado do grandalhão Dodge Charger acaba parecendo um brinquedo.
 O espaço é muito bonito.
 E o estacionamento dos sócios, com carros antigos. O Puma AM1 ao fundo é o xodó do Antonio.



 E alguns importados, como esse Cadilac 1959.

 Corvette 1959.
 Impala 1959.
 Ao lado do Impala, Mustang fast-back 1967 ou 1968 e um Simca Tufão, pela cor deve ser 1966.