quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Inspeção Veicular (5)

Saiu no jornal Agora São Paulo de hoje (02/09/2010). A matéria mostra os problemas dos veículos fabricados até 1998, principalmente os movidos com motores VW a ar e motores a gás. Até 1998, porque esta foi a data limite para todos carros fabricados para circulação no país terem injeção de combustível (o catalisador é obrigação anterior).
A maior piada é a resposta do órgão fiscalizador da Prefeitura de São Paulo, veja grifado em vermelho.
Imagem cedida pelo meu amigo Aluizio Proença de Lemos.

14 comentários:

Alex disse...

isso é palhaçada pura.

Se não estou enganado, há diferença nos limites para fabricação até 1979, e de 79 até sei lá que ano outro limite.

Assim, pergunto: qual a diferença mecânica que tem entre um Puma 1979 e um Puma 1980, por exemplo? O motor é exatamente o mesmo, o limite tolerado deve ser exatamente o mesmo.

Felipe Nicoliello disse...

Alex,
Você disse tudo, palhaça pura.
Quem como eu, viu uma pick-up Chevrolet D-20 1993 a gasolina, com 9.000 kms originais (verdadeiros porque conheço o dono), não passar três vezes na vistoria, não dá para acreditar que o negócio é sério.
o Dario, meu amigo e colaborador no blog www.fuscaclassic.blogspot.com fez o motor do Fusca 1954, ajeitou tudo para fazer a vistoria e não passou, por o limite era 700 e o carro apresentou 734. Imagine quanto ele roda com esse Fusca e é fora-da-lei. Agora existem muitos importados acima dos cem mil, que nem IPVA pagam e estão rodando livremente por SP, até o dia que cair numa blitz, como não fazem blitz, estão na boa, não esquentam. Também não entendo qual a formula de ganhar alguma coisa em não pagar o IPVA, pq um dia terão que fazê-lo ou não? Se alguém souber, por favor nos conte a formula.

Noite em Claro disse...

Olá Felipe

Mal dá pra ler a reportagem... Não tem uma imagem maior?

Abraço

www.temalgumacoisaerrada.blogspot.com

Leo Gaúcho disse...

Pra vc ver o quanto a "tal" Secretaria entende de macanica!!!!

Felipe Nicoliello disse...

Noite em claro,
Eu consigo ler e já passei dos 50. Nem preciso falar para você, que é blogger que clicando na imagem ela amplia... Eu fiz como um usuário e li perfeitamente.
A matéria ocupa a página inteira do jornal, é até difícil de escanear, nem sei como o Aluizio fez.
Mas me mande seu endereço no meu e-mail, que mando meu jornal para você, aí vc me manda uma batatinha, se é que sobrou da porção individual.

Felipe Nicoliello disse...

Leo,
A Secretaria do Meio Ambiente é o setor da minha área profissional, nem de longe eles entendem do assunto. A vistoria é apenas um comércio para faturar, agora quem ganha eu não sei, mas que ganham muito isso eu tenho certeza. É só fazer as contas:
das 8 as 18:00 horas vistorias de 15 e 15 minutos = 32 vistorias diárias x 10 guichês = 320 x 16 postos = 5.120 vistorias diárias x 26 dias (sábado tb fazem) = 133.120 vistorias por mês x 56 reais = R$ 7.454.720,00 ! Fora as vistorias de terceira vez (quando da reprovação), que passa-se novamente os 56 paus.

Alex disse...

Felipe,

Não cabe liminar, mandado de segurança ou qualque porcaria jurídica dessas?

O Estado não pode criar uma regra dessas e impedir de emitir os documentos sendo já pago as taxas. Não podem exigir para veículos com mais de 20 30 anos de fabricação, quando a tecnologia era outra e deve-se levar em consideração o desgaste do conjunto índices de quando novos. Todo veículo mesmo em excelente manutenção não é como novo, e para os antigos ainda tem mais, nossa gasolina não é como antes.


PURA PALHAÇADA!

E ainda temos que aturar as "novelas eleitorais" todo dia. Sim, novela eleitoral. Confesso que tentei assistir um programa eleitoral para ve propostas, e tudo que vi foram videos babacas, tolos e até encenações de gente chorando, se dizendo feliz e realizada! Feliz e realizada, mas sem um tostão no bolso, sem patrimonio algum para garantir rendimentos pois a previdencia é falida e com um carnezão de 20x pra comprar uma tv de lcd 20" pq é "chique" e da "moda". Aliás, nem da moda mais é, temos led, inclusive 3d. E pior, que essa encenação barata e vulgar é usada por todos os partidos.

Brasil, um país de tolos.

@MarceloSCamara disse...

Acrescentando o exposto pelo Alex tenho, além do Puma, um Passat TS 82.
O TS (com mecânica original e com todas as peças novas) foi reprovado apenas por ser 82 (exigem até 5 COc) com 5,2 COc na marcha lenta. Se fosse 79 passava (exigem até 6 COc).
E de 1979 a 1982 a mecânica era exatamente a mesma.

Alex disse...

Sandro,

Agora me fala se não é de pegar uma arma e sair dando tiro em toda essa corja de safados?

Luiz Paulo disse...

Isso é simplismente uma palhaçada, e uma brincadeira. É só como pode ser descrito isso.
Meu Puma 82 - reprovado 2x
Meu Fusca 86 - reprovado 3x

Sendo que os carros estao em oficina com medidor de poluentes como da controlar. Já está rolando boatos na internet que medições no final do dia na controlar ficam prejudicadas...

Fica meus sentimentos a pessoas, que como eu, tem e gosta de carros antigos.

smarca disse...

Alex, tiro não é uma boa solução.

Claro, pois não conseguiria matar mais que meia dúzia, hehehe.

Volto a afirmar: se algum dia passarem a exigir vistoria nos carros PP, e não duvidem que isso seja possível pois passado o tempo de acomodação e de faturamento vão acabar querendo mais e mais (como os impostos, taxas e afins) e os PPs aumentarão de número também, eu pego minha caixa de ferramentas, desmonto meu Puma inteirinho eu mesmo e começo a vendo todas as peças dele. Faço esse meu carro sumir, deixar de existir, mas não me sujeito a ter um carro que não possa rodar nas ruas e tampouco ficar quebrando a cabeça para tentar encontrar uma fórmula só para a vistoria, pois qualquer coisa que se encontre não serve para rodar.

Assino embaixo.

Alex disse...

Tenho uma dúvida, essa inspeção deve ser anual ou apenas uma vez e acabou?

Cesar Costa disse...

Vota no Serra...

Leo Gaúcho disse...

Vixi Felipe!!!!Uma verdadeira "maquininha" de fazer dinheiro!