quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Foto do dia - GTE 1800 S

A apresentação em final de 1970 do modelo GTE 1800 S, destinado para o mercado externo. Tinha motor 1800 cc, carburação 40, comando p2 e caixa de cambio longa. Ao lado do logotipo Puma GT no capô traseiro e painel, a denominação 1800 S, além da faixa que cortava o Puma ao meio, indo para as laterais. No final dos anos 60, a moda era colocar nos carros, uma faixa esportiva entre o para-lama dianteiro e traseiro, na parte inferior do carro. Essa faixa tinha uns 4 cm de largura, contornadas por uma faixa fina de 0,5 cm (em cima e em baixo). Eis que em 1969, a Puma inova com uma faixa bem singular, como a da foto. Apesar de usar o mesmo grafismo de duas faixas finas com uma larga ao centro, a faixa Puma tinha uma aplicação diferente e com tamanho bem maior. Para variar, como tudo em Puma, a faixa foi extremamente comentada e copiada em muitos Puma existentes.

9 comentários:

M1R disse...

Obrigado Felipe pelas respostas sobre os assuntos, rodas e placa de identificação.

Estou restaurando um gt 75, e gostaria de adotar essa faixa nele em homenagem aos felinos de competição e aos GTs dos anos 60. Apesar de não ser original ( dele , muito menos do ano ).

Abraço

Leo Gaúcho disse...

Este carro, é "O carro"!!!Eu gosto muito desta foto pois além da plaqueta dianteira identificando o carro(1800-S")ela trás atributos esportivos(além dos comuns!)que são os farois de milha e a abertura no capô traseiro!Este carro é simplesmente fantástico!No meu posicionamento, o carro completo da linha Puma, o autentico esportivo!!!Tem um destes no DF, espero que o loco do proprietário não se desfaça dele, ouviu????(ops, leu???)
Obs.:Felipe, tens mais fotos deste carro especificamente?

Dr. JMM disse...

hehehehe..espero que não mesmo.
hehehehe... mas sendo por uma boa causa, quem sabe né?

Mosca disse...

Quantos veículos deste modelo foram fabricados? A carburação 40 é a solex ou weber?

Anônimo disse...

Antes de sair da Puma, em 79, tive o prazer de descer até Santos num carro da frota:

- "...motorizado com o motor (1900cc?)produzido p/a Kombi da Venezuela!"

O melhor estava reservado p/a volta p/ 'rodovia Imigrantes': ñ tomou conhecimento de nada e acelerava como se estivesse no plano, ou até mais.

Leo Gaúcho disse...

Kombi da Venezuela???Explique melhor amigo!!!

Anônimo disse...

Olá Felipe, a história da Puma guarda detalhes obscuros que ainda não foram decifrados: começa com o Puma GT 4R e a sua verdadeira finalidade, para que ele foi produzido? Somente por causa da QR? E este Puma GT 1800S,por que foram feitas poucos exemplares? E era somente para o mercado externo? E agora, esta daí, Protótipo Puma com motor 1900 que era produzido para Venezuela com motor de kombi? Isto? Com a palavra, o nosso amigo Anônimo, ex-funcionário da Puma.. Abs Cassiano

Anônimo disse...

A Puma sempre testava novidades técnicas:

- "...e assim fazia as suas opções mais rentáveis, em cada momento mercadológico!"
(Ronaldo)

Felipe Nicoliello disse...

M1R,
Não sei se eu faria isso, porque a carroceria do 75 é diferente do 71, que era mais compacta na traseira.
Leo,
O dono desse tal de Puma do DF sabe quanto eu o admiro, o Puma é claro! Mas ele foi embora para o Rio infelizmente... né JM? Em compensação chegou a maior raridade em 1968.
Mosca,
A escolha era do cliente, como os Weber eram importados, o custo era bem maior, mas tudo dependia da conta bancária. Não existe registro específico, tudo dependerá de um dia alguém tiver a paciência de olhar todos os registros no Livro Puma e anotar os que foram especificados com a classificação "S" e 1800.
Cassiano,
Sobre o GT4R já publiquei a matéria e sua dúvida já deve ter sido sanada. Sobre o 1800 S era uma série especial, encomendada pelos clientes, brasileiros e estrangeiros. Nem todo mundo aceitava os valores maiores para o 1800S ou não queriam um motor menos resistente.
Como o próprio Eng. Ronaldo já citou, a Puma aproveitava as necessidades de cada mercado para introduzir seu produto. Na Africa do Sul, a Puma adaptou o chassi do Fusca (Beatle)no Puma, porque eles não tinham chassi de Karmann Ghia, só de Fuscas.