quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Cataratas - Visita a Itaipu

Depois do encontro com pessoal na sexta-feira à noite no dia 9, regado a bastante cerveja, o belo evento e muito bem organizado pelo Puma Club do Brasil - Cataratas, começou no sábado pela manhã com a visita a Usina Hidroelétrica de Itaipu.


Logo na chegada a escultura formada por duas tampas de turbina, que foram usadas para testes de resistência na instalação há 30 anos. Depois de passarem nos testes deveriam ser descartadas, mas com muita criatividade viraram cultura.
O nosso amigo Jonathas A. Ramos, mais conhecido por Tarzan, que chefiou a equipe da organização do Puma Club Cataratas, sempre presente e prestativo no decorrer de todo evento.
O carro madrinha do evento, o GTB do Tarzan.
Um dos engenheiros da Itaipu, que conduziu o comboio pela Usina com o Veículo Elétrico de testes.
Todos a espera da partida para o passeio.
Eu e o Tarzan...
...Mais o Big Boss e seu GTB prata, do Puma Clube.
O caminho para a barragem onde localizam-se as turbinas.


Chegando na barragem, à esquerda, uma subida de 225 metros.
E lá vai o colorido corso na subida.
A vista para o lado de baixo, mostrando todo o contorno da barragem.

No alto da barragem, a vista do lago de Itaipu.
Continuando o percurso na pista da barragem...

... Passando ao lado das gigantescas dezenove turbinas.
Continuando o caminho, chegamos no Vertedouro, que é a vazão de água, quando o lago chega ao seu limite máximo do nível d'água.
Nem sempre ele está aberto, mas para nossa felicidade, com a grande quantidade de chuvas caindo na região e no Estado de Minas Gerais, o lago estava em seu limite, criando a bela imagem vista abaixo.
Para contemplação do vertedouro, a Itaipu criou um amplo estacionamento, onde todos podem parar e ficar bastante tempo apreciando a linda paisagem.
A família: Felipe, Heitor, Carolina e Bruno.
Caminhamos para o centro de desenvolvimento do Veículo Elétrico, onde as empresas Itaipu, KWO e FIAT, desenvolvem um veículo totalmente elétrico, com tecnologia de ponta.
Os veículos desenvolvem velocidades normais de um carro comum e rodam sem abastecimento por 100 a 130 km, dependendo da velocidade e peso transportados, a um custo de US$ 8.00 para o percurso, além de contribuir com o meio ambiente, pelo índice zero de poluição.
Várias unidades do modelo estão em testes pela usina.
No final uma aula sobre o V.E. (Veículo Elétrico) ministrada pelo engenheiro da Itaipu, explicando todo desenvolvimento e funcionamento do veículo. No local foi montada toda parte mecânica na posição original do veículo, que mostrava todo o funcionamento e suas ligações. O nosso amigo Uli, alemão de Campinas (E) prestava muita atenção no professor que mostrava a grande bateria.

5 comentários:

Leo Gaúcho disse...

Parabéns ao pessoal da organização!Pelas fotos dá pra perceber que o Encontro estava ótimo!!!
Parabéns!

Luciano Pinheiro (GOODTIMES) disse...

Lindas fotos! O passeio deve ser maravilhoso mesmo. Taí um lugar que eu gostaria muito de conhecer.
Parabéns a todos os participantes e organizadores do evento.

Alex disse...

Léo gaúcho frouxo, porque não foi? Que evento.... perderam.

Leo Gaúcho disse...

Rsrsrs, Alex, eu tive um problema aqui no meu trabalho.Tinha organizado uma folga, e me tiraram.Trabalhei inclusive na segunda, é foda, mas sou fncionário, então:paciencia.Reparei que não tinha nenhum GT, pelo menos 68/69, me parece que nenhum.Queria muito ter ido, e vc sabe, iria rodando, pra quem já veio de Selbach até o DF nele, chegar em Foz é barbada!!!

Alex disse...

E não tinha mesmo, fez falta! Mas agora falando sério, foi bom pra caramba o evento. Conheci um pessoal que a anos nos falavamos apenas por email, tomamo cachaca e contamo mentira pra mais de metro.