quinta-feira, 4 de junho de 2009

Passo a Passo - Limpador de para-brisa

O meu amigo Sandro (smarca) de Campinas montou um novo sistema do limpador do para-brisa, para abranger uma maior área de varredura. Somente para os modelos GTE / GTS / GTI / GTC, após 1976. Achei muito interessante e publico aqui o Passo a Passo, com as palavras do Sandro, sendo que farei duas interferências para dar minha opinião. Vamos lá:
Modificação no sistema de limpadores Puma GTE / GTS / GTI / GTC
Desde que adquiri meu Puma GTS 78, ao mesmo tempo em que admirava o estilo dos limpadores quando em repouso, semi-sobrepostos do lado do motorista, me incomodava o fato de possuírem, ambos, mas em especial o do LD, pouca varredura em relação à área do para-brisas, algo que não condizia com o estilo esportivo do carro.
Então, aproveitando que os pivôs originais apresentavam folga e necessitavam ser substituídos ou reformados, como não encontrei novos originais para comprar, com receio de perder os que tinham numa operação mal-sucedida de desmontagem e remontagem, me propus a pesquisar e adquirir novos pivôs que pudessem ser adaptados e modificar o sistema para que as palhetas varressem uma área maior do para-brisa.
E como o limpador do LD era o mais crítico, com o extremo do seu curso praticamente no meio do ângulo de visão do passageiro (embora para o motorista sempre seja tão melhor quanto mais área varrida) este deveria ser adaptado para um curso maior que o LE, o qual também desejava aumentar.
Primeiro passo: Conferindo as medidas
Primeiramente vamos nos ater às medidas originais que encontrei no meu Puma, que devem ser conferidas para evitar problemas (excessos) pois, após tantos anos de adaptações e reformas dos nossos Pumas, não podemos ter certeza do que realmente temos instalado em nossos carros:
(1) Medida do braço do motor do limpador: 21,5 mm X 2 = 43 mm de curso total a cada volta
(2) Medida do entre-eixos do pivô do LE: 43 mm
(3) Medida do entre-eixos do pivô do LD: 37 mm
(4) Medida do raio do braço do limpador (Puma): 375 mm
(5) Medida do raio medido na extremidade externa da palheta: 550 mm (546 mm se utilizados os braços do Corcel II e família e as mesmas palhetas 130)
(6) Medida da altura do pino do pivô do LE: 17 mm
(7) Medida da altura do pino do pivô do LD: 10 mm
Segundo passo: Adaptação dos braços dos limpadores
Caso necessite trocar os braços dos limpadores, terá duas opções: adquire os braços do Corcel II e família (371 mm) e entorta suas pontas como demonstrado na foto abaixo ou aproveita apenas o sistema de encaixe deles e utiliza os braços originais Puma (375 mm). Preferi a segunda opção.
Obs.: Para utilizarmos os braços dos limpadores do Corcel II e família nos Pumas, basta, numa morsa, inverter o ângulo da ponta, pois nos Pumas a posição de descanso é do lado do motorista, ao contrário dos Ford de origem.
Felipe: Entortar as pontas dos braços não é tarefa tão fácil, porque esse material é aço e pode quebrar, é possivel mas, dê preferência aos profissionais para execução desse serviço.

Porém, como no futuro talvez precise desmontá-los novamente, optei por não rebitar, mas em utilizar, em cada braço, um parafuso Allen, 2 arruelas e uma porca auto-travante tudo em inox (foto abaixo). Visualmente, diria que apenas a porca auto-travante se destaca no conjunto, mas não o compromete, pois é instalada do lado inferior.
Terceiro passo: Pintura dos braços dos limpadores
Para quem possui Pumas até 1978 e necessita pintá-los de prata (lembrando que 1978 foi o único ano que houve Puma com limpadores prata e preto, sendo que todos os anos acima são pretos e todos os anos abaixo são pratas) uma opção, para se livrar das oficinas de pintura quando tiver que retocá-los, na base da auto-suficiência e custo versus benefício, a Colorgin tem uma tinta em spray chamada Prata Real (Código 5706) muito próxima ao tom de prata original que não necessita, inclusive, de verniz, até porque a pintura prata original não era brilhante, mas acetinada. Entretanto para quem desejar (não utilizei) mais brilho pode lançar mão do Verniz Brilhante (Código 5705), também em spray da Colorgin.
Dica 1: Pinte primeiro a parte inferior do braço, sem as molas. Depois encaixe as molas prendendo o braço envolto em um pano numa morsa e utilize um alicate de pressão, lixe alguma marca que porventura tenha ficado quando da operação de encaixe das molas, pois precisou prendê-los na morsa com algum torque e sempre fica algum detalhe final mesmo protegido pelo pano, empapele e pinte a parte superior do braço como um todo.
Dica 2: Para encaixar a borracha da palheta utilize um pouco de silicone no canal (nunca na parte da palheta que entra em contato com o para-brisa) para fazê-la deslizar suavemente sem comprometer a pintura.
Quarto passo: Pivôs
Os pivôs originais Puma não consegui saber de que carro são. Sei que NÃO são do Opala, Chevette, F100, F350, C10, C14, Galaxie e Dodge Dart. Ficou uma dúvida se seriam os dos Dodge 1800, mas estes não consegui encontrar, nem virtualmente na Internet, para saber.
Felipe: Os pivôs são do Dogde 1800 Polara, justamente esse que você não encontrou Sandro.

Entretanto os pivôs do Corcel I e família se adaptam muito bem aos Pumas, tendo sua base de fixação ao suporte idênticas, bastando serrar uma das laterais (aliás, exatamente como são os pivôs originais dos Pumas que exibem marcas de corte em um dos lados da base ovalada). À distância entre os furos praticamente coincide com a furação original, bastando uma pequena limada e ovalizada nos furos do suporte para que se fixem corretamente e com precisão.
Apenas são mais compridos e precisam ser cortados na medida (49 mm) e nova rosca externa ser feita (15 mm). Isto, por si só, já elimina a saliência que os pivôs dos Corcel I possuem na base da rosca externa (Observar na foto acima).
Embora a altura do pino do pivô do LE do Corcel I tenha o mesmo comprimento dos pivôs Puma (17 mm) o do LD também possui esta medida, devendo ser cortado e soldado com a medida Puma (10 mm). Isto porque nos Pumas ao pivô do LE se acoplam 2 barras, a ligada ao motor e a barra que se liga ao pivô do LD e no pivô do LD se acopla apenas 1 barra.
Os pivôs de Corcel I que comprei, um tinha o pino de encaixe virado para cima e outro virado para baixo. Esses da foto acima exibem ambos os pinos virados para cima. Não sei porque. Nos Pumas ambos os pinos são virados para baixo.
Finalmente, observe, na foto abaixo, que os pivôs Puma possuem uma arruela de bronze e outra ondulada de pressão para evitar folgas longitudinais e os pivôs do Corcel I e família possuem apenas feltro para isso. Então, caso não aproveite as arruelas dos pivôs originais, mande fazer, para cada pivô, uma arruela de bronze e compre em qualquer loja do ramo uma (duas) arruela de pressão ondulada de 8 mm.
Isto evitará que a arruela de pressão ondulada de aço, desgaste rapidamente o corpo do pivô, de antimônio (uma liga pobre do alumínio), por ser muito mais frágil, garantindo longa vida útil ao conjunto, tal como nos originais.

Quinto passo: Adaptação do tamanho dos braços dos pivôs
É a combinação do tamanho do eixo do motor do limpador e o tamanho dos braços dos pivôs que determinam a varredura no para-brisa.
Repito: Confiram se as medidas que encontrei no meu Puma coincidem, pois isto é determinante para a redução proposta a seguir, sob pena de terem seus limpadores varrendo o capo, como zombou um amigo pumeiro quando comentei o que estava fazendo.
Basicamente fiz alguns cálculos e, confesso, por receio de queimar o serviço, fiz também simulação da varredura original no papel (fiz um molde do para-brisa em cartolina) no papel e conclui sobre as medidas que deveria encurtar o comprimento dos braços dos pivôs, aproveitando inclusive que teria que cortar de qualquer forma, já que os braços dos pivôs do Corcel I e família são maiores que os do Puma, como segue:
Pivô do LE: 43 mm (medida original) - 4 mm = 39 mm (medida final)
Pivô do LD: 37 mm (medida original) - 4 mm = 33 mm (medida final)
Embora a diminuição em termos absolutos seja igual (4 mm) a influência dela é diferente pois percentualmente o comprimento do braço do pivô do LE é, originalmente, 16% maior que o do LD e, após a alteração, fica 18% maior.
Dica 3: Aproveite e substitua os parafusos de cabeça sextavada que prendem os pivôs ao suporte por parafusos com cabeça de fenda automotivos, pois isto torna mais fácil fixar os pivôs com o sistema instalado debaixo do painel com uma chave de fenda longa. Mesmo utilizando uma chave catraca com extensões e joelho de porco, embora possível, não é tão fácil quanto parece recolocar esses parafusos de cabeça sextavada. E não se esqueça de desligar a chave geral pois o risco de tocar em algum fio corrente enquanto trabalha é bastante grande.

Sexto passo: O resultado final
Observem nas duas fotos abaixo os limpadores em posição de descanso e nos limites dos seus respectivos novos cursos. Notar também que o limpador do LE varre um pouco mais de área do para-brisa do que originalmente e o do LD proporcionalmente mais ainda, indo quase ao extremo direito do para-brisa.

17 comentários:

smarca disse...

Duas coisas:
1) Como não ía utilizar mesmo os braços dos limapadores do Corcel que comprei (vieram mais curtos, talvez sejam do Corcel I, sei lá) eu coloquei um deles na morça e, sem medo, martelei sem dó. Foi rapidinho pra onde deveria ir, sem traumas.

2) Sabem como toda essa história começou? Vou contar ...

Meu Puma, desde que está comigo tomou chuva apenas 2 vezes. Na segunda vez estava com minha filha voltando nem me lembro de onde e começou a chover. Assim que liguei os limpadores ela apontou pro "dela", disse Ahhh! e começou a rir, gargalhar sem parar. Zombava de mim e do meu carrinho entortando a cabeça pra esquerda "tentando" ver alguma coisa.

Aquilo me encucou desde aquele dia e como o lugar que mais detesto fuçar no Puma é debaixo do painel, por motivos óbvios, deixei 2 itens da minha lista, teoricamente as "últimas", por último: trocar a caixa de fusíveis e tentar aprimorar o sistema dos limpadores.

Agora acabei com a graça da minha filha e quando mostrei pra ela (15 anos) ela disse: Ahãn!

É isso.

Anônimo disse...

Sandro, parabéns pelo empenho, pela ótima documentação do projeto e por dividí-lo com o Felipe e conosco! Mussi

Anônimo disse...

Sandro, o meu GTE 77 estava com defeito no motor do limpador e o conjunto completo que encontrei para substituir tinha que sanar este problema de folgas, então o mecanico amigo, mas sem se ligar para este detalhe montou assim mesmo e assim ficou. A nossa idéia inicial era tentar embuchar os pivôs. Sei que vai parecer não querer ter trabalho, mas voce pensa em comercializar este kit??? Um abraço, Old Parts.

smarca disse...

Hehehe ... não é um kit.
É apenas a adaptação dos pivos do Corcel I/Belina I, conforme acima descrito.
Fiz para o meu Puma para minha filha não mais tirar sarro de mim e do meu carrinho.
PS: Eu só tenho esse Puma, não sou colecionador, não sou comerciante de peças e nem PP meu carro tem. Foi só gosto pessoal mesmo.
Se precisar de mais detalhes eu envio na boa, mas acho que está bem explicado no post.
[ ]s.

Felipe Nicoliello disse...

O que considero mais importante nesse post foi a solução encontrada pelo Sandro para a substituição dos pivos do Doginho, muito difíceis de encontrar, não tendo que ficar a mercê de alguns profissionais e especuladores de antigomobilistas, podendo valer essa solução até para os proprietários de Dogde 1800.
Parabéns Sandro, mas continuo minha tese que mexer com limpadores de para-brisa é coisa prá maluco!rsrs

matteo disse...

Meu nome é jose, moro em Porto Alegre e trabalho com Limpador de Parabrisa, conserto e rebobinagem dos motores se precisar de alguma coisa ou duvida conheço o sistema do puma e de outros carros, meu e-mail: matteo-lp@hotmail.com

Stael Alves disse...

Só hoje vi este post, o sandro é maluco mesmo!!

flavio gts 79 disse...

Olá Pessoal!

A informação do Felipe a respeito dos pivôs do Dodge 1800 confere.

Coloquei os pivôs de um Polara 78em minha GTS 79 ,encontrei estas peças novas em um estoque antigo! Ficou perfeito!

Apenas tive que limar a latera para encaixar no suporte.


Flavio

smarca disse...

Gostou Stael? Hehehe ...
Interessante eu voltar a este post tanto tempo depois.
Trabalhar debaixo de um painel de Puma ninguém merece! Eu me lembro que foi um sacrifício especialmente considerando meu tamanho.
E ainda por cima para nunca usar, pois meu carro não sai na chuva, só mesmo se for surpreendido pelo tempo!

Stael Alves disse...

Gostei e muito Sandro!

Gostaria de fazer nos meus, mas acho que não sou louco o suficiente, e também sei o quanto é difícil de fazer algo debaixo do painel.
Tenho de lembrar de parar o carro quando algum engraçadinho, inclui-se o Rafael e o Felipe meus filhos, rir do limpador, e coloca-lo para ir na chuva, não quero ficar com grilos na minha cabeça! E eles depois de chegarem molhados vão aprender a respeitar o puminha!

Anderson Lira disse...

Qual seria a solução de substituição em caso de motor cansado e sem forca para mover as palhetas? Abraços

smarca disse...

Anderson, o Felipe me deu um toque sobre essa sua dúvida ...

Eu não sei qual o motor que a Puma usava nos seus carros.

Mas antes de partir para trocar o motor acho que vale a pena desmontar o sistema e limpar/lubrificar o motor e todas as articulações do sistema para avaliar.

Da mesma forma vale uma analisada no induzido e nas escovas do motor.

E, quando fizer isso, provavelmente por um eletricista de sua confiança, se descobrir com certeza de que carro era esse motor, códigos do motor, etc., deixa uma dica pra gente também, pois já li tantas opiniões que nunca tive certeza.

[ ]s.

Marcelo - Puma AMV 89 - Vitória - ES disse...

Prezados Sandro e Nicoliello,

Agradeço a ajuda através do excelente texto e fotos.

Meu AMV também sofria de problemas múltiplos no limpador de para-brisa (lento, "estalando" e varredura insuficiente).

Troquei o motor por um novo, troquei as hastes por outras com buchas novas, sem folgas (são as do Opala, de plástico duro, que cabem nesses pinos) e, com as dicas do Sandro, regulei o tamanho das hastes e coloquei um "calco" de uma arruela de cobre no pivô (nunca ía descobrir que era do Dodginho) para tira a folga e ficou excelente.

Até quando vai funcionar eu não sei, mas que funciona, funciona ... Agora são pelo menos dois os Pumas com limpador que funciona he, he, he...

Um abraço,

zico disse...

Aí pumistas de plantão ,boa noite a todos em se tratando de pivôs do limpador de parabrisas,aqui em taubaté foi complicado ,desmontei omeu pois estavacom um desgaste enorme ,aí meu amigo pumista Carneiro ,que tem umarifica de motores aqui,fez o embuchamento deles ,só que quando foi prensar um deles detonou ,solução fez uma peça externa nova ,ficou identica .Agora só preciso de tempo para monmtar novamente ,e seja o que DEUS quiser , um puma a braço a todos .

ledcelio disse...

Olá amigo, estou c/ uma dúvida, comprei as borrachinhas do eixo do limpador do puma gte75 e não consegui tirar a base e tbm não kis forçar p/ não kebrar, como posso tirar sem danificar , na verdade to c/ medo de estourar e ficar c/ uma goteira no meu pé sem poder solucionar o problema, seria possível vc me informar passo a passo essa troca? abrs

Sergio Luiz disse...

O motor do limpador é do opala!

Carlos Felipe França disse...

Prezados,

Tenho um Puma 77, qual o motor do limpador, é do Opala?

Grato