terça-feira, 15 de setembro de 2009

Puma Animal (2)

foto Valter Tozetto Jr. - Jornal de Jundiaí
Uma notícia que mexeu comigo. Ontem na Rodovia Anhanguera, na altura de Louveira (km 71), uma suçuarana (Puma concolor), também chamada de puma, cougar, jaguaruna, leão-baio, onça-parda, onça-vermelha e leão-da-montanha foi atropelada na pista. A boa notícia que o Puma macho de um ano está se recuperando bem. Os bombeiros levaram para a sede da Associação Mata Ciliar em Jundiaí e de acordo com informações da veterinária Karen Cristine Bueno há sinais claros de atropelamento, como marcas de pneu no corpo, um dente quebrado, cortes na boca e língua.
Interessante que estive lá ontem. Quando voltava de Itatiba em direção a Anhanguera, na estrada Itatiba-Louveira, em um certo trecho somos obrigado a parar por estar em obras, utilizando apenas uma pista. Quando me aproximei deste local, percebo uma coisa atravessada na pista, chegando mais perto, vi que era uma cobra e desviei para não passar em cima. Enquanto esperava, olhando pelo retrovisor notei que a cobra conseguiu atingir o outro lado, sem ser atropelada. Hoje cedo vejo essa notícia do Puma atropelado, concluindo que algo deva estar acontecendo na região, expulsando os animais de seu habitat. A vêm os hipócritas falando de preservação e meio ambiente, de que maneira? Não existe mais espaço físico para tudo que o homem cria ou necessita, sem atingir o ecossistema. Não há a mínima possibilidade do homem moderno, munido de diversas armas, viver em harmonia com o ambiente natural, a concorrência é muito desleal. No futuro, o que ficará sobre a face da Terra serão somente as pragas.
O Puma Concolor está ameaçado de extinção, mas isso eu duvido que aconteça, sempre haverá um zoológico ou criador que terá um ou dois exemplares, mas puma na mata... Aliás, que mata? Existe atualmente nos locais mais povoados, apenas pequenos bosques, ilhados, com muita limitação de espécies e alimentos, quase a mesma coisa que uma grande e horrorosa jaula, sem nenhum tratador.

6 comentários:

Aluisio disse...

Faço minhas as suas palavras, realmente é muito triste ésta agressão que o meio ambiente vem sofrendo. Você já assistiu o filme, "Uma verdade inconveniente"? Ele retrata bem ésta situação que o planeta está vivendo. É assustador.

smarca disse...

Meio-ambiente, meio-ambiente ... mas o que cada um de nós está fazendo por ele?

Além de palavras vazias, absolutamente nada.

Tempos atrás perguntei aqui em casa se não deveríamos trocar o tradicional sabão em pó por alguma outra marca bio-degradável.

Ahhh ... não, o branco não fica tão branquinho!

Moro numa casa que está dentro de terreno grande (1000 metros quadrados), com um grande jardim e muitos, algumas dezenas de pinheiros, ciprestes, etc.

Ao lado construíram um pequeno condomínio horizontal com 13 casas em 2 lotes e logo após a mudança do pessoal queriam cortar meus pinheiros (que desafortunadamente tem galhos ultrapassando o limite do muro, é verdade) para não sujarem seu imenso quinta de 20 metros quadrados, cada um.

Ou seja, porque se dar ao trabalho de passar uma vassoura no quintalzinho, cada um no seu (enquanto eu sozinho rastelo o meu sozinho) e acordar ao canto de muitos, mas muitos pássaros que vivem (soltos) aqui em casa?

Mais fácil cortar, né?

Venci a parada com o apoio de alguns e os pinheiros ficam. Até proque ameacei levantar meu muro (foi feito sobre estaca tipo "Strauss" de metro e meio em metro e meio) para manter minha privacidade. Claro que isto significaria, para meus novos vizinhos, abrirem a janela e darem de cara com um muro ao invés de árvores. Sossegaram!

Menos mal.

Assim como "Negócio da China" é, por definição todo bom negócio do qual não participamos, senão seria apenas um bom negócio, esse negócio de meio-ambiente é para os outros. O próprio umbigo praticamente ninguém olha.

E alguns apenas muito pouco, menos do que poderiam ou deveriam, eu incluso.

É irreversível.

Diria que a maior praga existente desde a criação já tomou conta do planeta e, até que seja extinta, nada mudará: o ser humano!

Anônimo disse...

O homem ganha a luta pela demarcação de espaço.

A contragosto os animais selvagens se afastam:

- "...com sequelas p/ambos os lados!"
(Ronaldo)

Anônimo disse...

Infelizmente existem pessoas que pensam como você meu caro, porém existem ainda animais em vida livre que merecem nosso respeito, é preciso crescer sim mas com responsabilidade. Só porque num passado recente a huminidade inteira destruiu o ambiente hoje somos obrigados apagar por esse erro. Não é numa jaula de circo ou zoologico que animais selvagens devem ficar e servir para nosso deleite de ver nossos filhos dizerem: olha papai o puma, e você dizer joga pipoca pra ele comer. Eles infelizmente estão lá porque não podem voltar para natureza por uma impossibilidade fisica ou porque muitos usam como deposito e não tem a coragem de trabalhar em programas de reintrodução, o que se bem planejado e executado irá trazer beneficios para muitos animais que já nem se acreditam que possam viver em vida livre. Os animais de cativeiro dever servir para melhor a qualidade dos que estão em vida livre muitas vezes ameaçados de extinção. E não apenas para um simples programa de domingo com a familia. Trabalho para que o puma seja retirado da categocia de ameaçado de extinção, acredito que os passos que darei contribuirão, então faça sua parte, eduque os que estão a sua volta para preservar o que ainda nos resta.

Felipe Nicoliello disse...

Seu Anônimo,

Eu sou realista e não gosto de me enganar. Cresci em matas e conheço muito bem o sistema de vida existente em qualquer tipo de mata brasileira, assim como conheço também a cadeia do ecossistema.
Cara, fazer alguma coisa para melhorar temos que fazer SIM, mas tapar o sol com a peneira, isso NÃO DÁ!
Em nenhum momento eu falei que sou a favor de zoológico seu anônimo. Simplesmente citei um fato que existe e deverá existir por muito tempo. E se vc não entendeu, eu quis dizer que matas pequenas, limitadas em 10, 15, 20 alqueires é a mesma coisa que uma grande jaula e pior que não tem aquele cara que traz a comida, chamado de tratador! Vc acha que 20 alqueires é uma mata para um Puma? Onde no Estado de São Paulo existe uma mata privada de 20 alqueires própria para essa espécie? Privada, não reserva florestal.
Odeio grades, não gosto de ver nenhum animal aprisionado, se ainda existem zoológicos é porque eles fazem uma função, um benefício para os animais, para aqueles nascidos em cativeiro (herança) ou alguns que são retirados da mata por outros animais, sei lá para quê!
Cara, não vem com esse discurso mole de ecochato, que isso é só enrolação, conversa para boi dormir, aqui a parada é outra, você não está falando com um curioso.
Não existe a menor possibilidade de uma espécie dominar o mundo sem consequências graves ou viver em harmonia com a natureza. Isso para mim é poético. O que faremos em 2050 quando a população do mundo estiver em 50 milhões? Dê moradia, áreas para agricultura alimentar toda essa população, áreas de água potável, área para os animais e ainda por cima, área destinada ao luxo e prazeres de uma parcela privilegiada da população.
Quem sabe você não esteja vivo para ver? Depois você vai lembrar das minhas palavras.

Daniel Pardo disse...

O homem está invadindo o espaço dos animais silvestres, das águas do mar, etc, sei que esse post é antigo, mas vejam hoje o que está acontecendo em Santos, que as águas do mar estão invadindo a avenida da praia, os prédios ao redor e até mesmo dois quarteirões adiante, ou seja, com o derretimento das geleiras´, o nível do mar vem subindo e está ocasionando isso.