segunda-feira, 21 de junho de 2010

Desrespeito

Vejam o que meu amigo Mário Estivalét encontrou no http://portalmaxicar.blogspot.com/, com o título "Pelo amor de deus". É, infelizmente se trata de um Puma GT DKW. Só uma pergunta: Por que as pessoas não construem um carro com desenho próprio ao invés de destruir raridades? Sim, para mim é destruir, porque precisa um certo esforço para saber que um dia esse carro foi um Puma, não apenas uma transformação hot ou um tuning. Então, que construísse a partir do zero, como muitos já fizeram, e receberia o título de construtor, seja qual fosse o resultado. Agora neste caso, qual o título que podemos dar ao autor?

40 comentários:

Mauricio Morais disse...

Eu ví essa trapizonga em minha viagem a Brasília. Estava com o Jovino Benevenuto no encontro semanal no parque da cidade e a coisa apareceu.
O que você puder imaginar o quanto essa coisa é feia não basta para descrevê-la.

Goodtimes disse...

Felipe, eu acho que este tipo de coisa não deveria ser feita em nenhum carro, não importando a marca ou o ano. nenhum carro merece isso, ainda mais uma raridade dessas.
Agora imagine o que pensa um colecionador que gostaria de ter um destes original em sua garagem, e vê este assassinato.

gabriel disse...

esse cidadão, vamos chana-lo assim é realmente o oposto daquela pessoa que sabe que tudo aquilo que foi e é bom deveria ser preservado para uma geração futura. pena que ele não soube seguir o caminho de um pumeiro lá de Recife um cidadão com C maiusculo que atende pelo nome de Antonio Carvelho lira, que tem Três 03 digo Três belezinhas desta muito bem preservadas. para aqueles que ainda não tiveram a grata condição de ver vão até o site do Clube do gtb e entrem no icone proprietários de gtb e selecionem o modelo puma DKW um abraço a todos

@MarceloSCamara disse...

Eu tinha achado que aquele triciclo do outro dia fosse o máximo da heresia, mas este cara aí conseguiu superá-lo com requintes de crueldade.
Lamentável...

Dr. JMM disse...

essas fotos quem tirou foi o Léo Gaúcho, ou o Peninha, não me lembro. Mas quase caí costa quando vi esse belo automóvel. Ah, ela tava de par como uma outra amarela. Provavelmente uma GTC... brrrr....

Leo Gaúcho disse...

Vero, a foto foi minha.Já conhecia este carro aqui no DF.Realmente é lamentável.Só que a conversa é sempre a mesma, "... se eu não tivesse salvado o carro ele estaria hoje em cinzas..."!!!Sinceramente, por que etão não tent deixar a carroceria "espartana" se é tão dificil de deixá-la original?Coloca um motor de corcel, escondidinho, mas não fa isso não!!!Quando o vi novamente no parque não queria nem tirar uma foto.Casualmente o Zé me ligou e eu falei que o "Alien!" estava por perto e ele então insitiu para ver!!!E a GTC qu estava ao lado!!!Putz!

Alex disse...

Cadeia para o infeliz.

Aluisio disse...

E o cara gastou a maior grana para fazer isto. Tenha dó!

odilonx disse...

Léo, a GTC amarela é aqui da minha cidade, outro dia a vi no eletricista, que aberraçao! farois de celta,painel de gol g3, motor ap, e outras aberraçoes.Pois é, a gente se matando igual eu pra restaurar um puma correndo atraz até de arruelas originais e vem uns capadocios destes ai na contramao de tudo!! É pra acabar mesmo!!!

Leo Gaúcho disse...

Vero Odilon, vero.

Dr. JMM disse...

concordo com o Léozito. E vou confessar uma coisa, é bem capaz de ter gasto mais grana pra fazer esse "automóvel" do que para deixá-la "espartana" como disse o Léo.
Tenho vontade de xingar, mas os contrapesos morais me impedem...snif..snif..não posso xingar..eu quelo, eu quelo. buá buá buá.

smarca disse...

Isso pode ser descrito como comportamento de massa e pessoas teleguiadas, sem vontade própria, talvez com cérebros já inoperantes e atrofiados, como se fossem zumbis.

Mas não é culpa das pessoas, o lado mais fraco desta corrente.

Tudo começou de forma mais evidente depois daquele filme, patrocinado certamente por grandes empresas de acessórios e equipamentos para automóveis, que aqui chamaram de Velozes e Furiosos. Teve depois o II e o III.

Como desgraça pouca é bobagem, talvez ainda surjam o IV, V ...

Quase ao mesmo tempo, no mundo inteiro, começaram a surgir carros com aerofólios imensos, maiores que seus próprios motores, para-choques traseiros que mais parecem máquinas de cortar grama, adesivos padrão, etc.

E todos absolutamente iguais, embora quem os faça pense em exclusividade. Não percebem que estão sendo teleguiados por uma força maior.

A força da mídia e do marketing que vergam a capacidade analítica das pessoas, que passam a se comportar como ovelhas em um rebanho, sem mais terem opinião própria, mas achando que sim.

É maquiavélico.

Mas como a lucratividade do setor é altíssima, tome mais marketing e mais lavagem cerebral.

Não basta falar somente desse infeliz Puma DKw, precisamos falar de rodas de mais 20 polegadas em utilitários teoricamente projetados para percorrerem caminhos não pavimentados, portas lambo-dor, como se servissem para suprir uma necessídade insatisfeita de ter um Lamborghini verdadeiro.

Precisamos falar de rodas de 16, 17 ... 18 polegadas de série em carros que não precisariam mais que um 185/65 R15 no máximo para rodar de forma mais adequada.

Precisamos falar de Fiestas erguidos com um estepe do lado de fora chamados de Ecosport, precisamos falar da imagem iniciada pela Fiat com a série Adventure.

Aposto que alguns tem desses carros e nunca se atentaram para o fato de que não rodam em trilhas, aceleram e freiam pior, fazem curvas pior, gastam mais combustível que seus similares normais, etc. e custam mais caro.

Mas representam significativo % do mix de produção das suas respectivas linhas.

E o pior: são de série e as pessoas compram!

É como minha definição de meio ambiente: "Meio ambiente é tudo o que os OUTROS podem fazer para preservar os recursos do planeta."

Quando olhamos para nosso próprio umbigo normalmente ficamos cegos momentaneamente.

Enfim, é um universo de aberrações, mas que dão lucro a alguém.

Quem já não viu vários e tão perto de nós falando em rodas de 17 ou 18 polegadas em Pumas ou nos seus próprios carros do dia a dia num país repleto de estradas e ruas mal-conservadas?

Pra mim é tudo a mesma coisa.

Não vejo diferença entre equipar um Celta com rodas de 17 polegadas e xunning geral e esse Puma DKW.

É o mesmo comportamento teleguiado para uma massa que não faz a menor idéia do que seja um off-set, relação final ou bom senso.

E, infelizmente, parece que a moda não vai parar tão cedo, retro-alimentadas permanentemente que são.

E isso só para falar de carros!

Se fosse falar de cada vez mais poderosos (e, coincidentemente, mais gastões celulares, tanto de bateria como de contas telefônicas), de televisões de trocentas polegadas em salas de menos 15 metros quadrados, acabaria atingindo o umbigo de muitos.

Então fiquemos somente com o coitado do ex-Puma DKW. Pelo menos a cor escolhida é bonita, hehehe.

EGO's disse...

Tenho uma matéria de uma revista dos anos 90 com um Puma DKW "personalizado" acho que este carro é o mesmo com um 'upgrade' "tunning" a lá "Fast Furious III" Sem querer ofender.

smarca disse...

Do mesmo Portal Maxicar, querem ver um desrespeito ainda maior que esse Puma DKW deformado?

http://www.youtube.com/watch?v=Z2mf8DtWWd8

Fernando Portilho disse...

"Cada cabeça uma sentença"
Enquanto levamos de 4 a 5 anos, pesquisando e buscando informações para uma restauração plena, este senhor consegue deformar uma raridade como esta e ainda tem a coragem de expo-la em praça pública.
Apenas um comentário: É lamentável
Abraço, Fernando Portilho

jean claude disse...

Credo, isso era um Puma DKW????????? Só queria saber de onde o cara tirou tanta inspiração pra criar este Cloverfield - o Monstro... Não dá pra usar como lenha em fogueira de São João??

http://autosemminiatura.blogspot.com/

Felipe Nicoliello disse...

Sandro, só discordo de você a respeito de quando começou isso. Muito antes de V&F já existiam os "modificadores" e os de mal gosto. Porque modificações sempre existiram, as pessoas gostam de mostrar exclusividade, agora aberrações, sem um mínimo conhecimento de desenho, não dá para aceitar. Os hots dos anos 40 nos States deveriam deixar os conservadores de cabelo em pé, mas era uma comunidade com o seu ideal de ganhar velocidade em carros baratos, que acabou se tornando uma tendência de várias gerações. Assim também encaro o Tuning lançada pelo japoneses, uma moda seguida pelos adeptos vaidosos de ter um carro com aparência de grandes carros de corrida, que tem seus apêndices por necessidade e não por vaidade. Agora isso aí, esse Puma, não tem propósito nenhum, serve para quê? Se marcar deve tomar pau do Puma do Irineu.
Quanto aos modelos novos de "quase-cross" concordo plenamente, é pura aparência sem sentido. Apesar que certa vez em Iporanga, um conhecido com um Palio Weekend Adventure passava bem mais rápido pelas estradas de terra, que eu com um carro normal, mas onde ele andou eu também andei. Até justifica para quem gosta de trilhas leves, mas o investimento não compensa, porque fica limitado tanto quando um carro normal, valeria mais investir em um on-off road.

Anônimo disse...

Porque ele não faz isto com a mãe dele .
Quando o cara é bagaceiro não tem jeito.
Bota fogo nesta mer .......
Clube Puma de Brasilia

Jovino disse...

Leo, Zé, e o pior de tudo vocês não ficaram sabendo: o cara da trapizonga amarela, possivelmente, como vocês citaram, um ex GTC, ficou sabendo que eu era o presidente do Puma Clube de Brasilia e veio falar comigo tentando justificar o injustificável, mais ou menos o que você falou aí.
Não sou daqueles radicais em relação a antigos, acho que quando você coloca acessórios de época ainda dá, mas isto, dá dor só de ver o que o cara fez com o Malzoni.
Como disse o Mauricio, estava eu levando-o para conhecer as oficinas de restauração de antigos aqui quando nos deparamos com tal aberração .
E o pior de tudo é que o cara se acha. Deveria era levar uma surra de cipó de aroeira.
Jovino

smarca disse...

Felipe, você tem razão quando fala que as transformações datam de longa data. Está corretíssimo.

Eu acabei explicando mal meu verdadeiro pensamento: com o advento da internet e da massificação da informação tudo ocorre mais rapidamente e a massa, quase ao mesmo tempo, parte para fazer tudo igual, achando que está fazendo diferente.

Penso que os hot da década de 40 representavam grupos mais isolados em determinadas regiões (Califórnia) ou um único país (EUA) em termos de representatividade.

Hoje, por exemplo, um cortador de grama (esses para-choques traseiros xunning, dito extratores de ar) pode ser visto em qualquer cidade do mundo americano, europeu ocidental, europeu oriental e asiático ao mesmo tempo.

Foi mais ou menos isso que quis dizer quando falei em comportamento de massa mas me esqueci de mencionar a velocidade da informação (ou desinformação, como queiram) no nosso mundo atual.

E, na minha opinião, o Lata-Velha do Hulk pode ser comparado à ditos renomados transformadores norte-americanos, cultuados lá e aqui.

Arghhh!

Alex disse...

Sandro, não concordo com a tua opinião, principalmente quando referido a carros que foram projetados pra andar com o estepe atrás pendurado, ou rodas aro 18.

O ponto que não concordo, é que estes carros são projetados para assim ser, e se o dono achar bonito compra. E mais, além de bonitos ou feios (depende do gosto de cada um), tem utilidade.

O crucial, é o cara pegar um carro peojetado para andar de aro 14 (e fica bonito, harmonioso) e mete uma aro 17, 18 e fica desproporcional.

Outra coisa, é voce comprar um carro de fábrica equipado com aro 18, projetado para tal, que fica bacana, bonito e condiz totalmente com a realidade, as tendências e principalmente o modismo de época.

Da mesma maneira, eram os carros na década de 70 quando o fusca vinha com 15 e os boy adoravam 14 ou 13, no próprio puma colocavam roda 13.

É necessário entender "modismo" de época, ou então criamos um jargão "tunning de época", do que foder com um carros antigos igual estão fazendo adoidado.

smarca disse...

Alex, se você observar vai notar que carros existentes no nosso mercado, para ficar por aqui, foram projetados para utilizar rodas aro 14" e com o passar do tempo tiveram os aros aumentados para 15", 16" e até 17".

Basicamente o mesmo carro, o mesmo projeto, a mesma suspensão.

Não foram projetados, portanto, para utilizar as rodas com as quais são equipados atualmente.

Isso é apenas uma exigência do marketing ou modismo de época, como bem colocado por você.

Sabia que viria algum contra quando escrevi meu comentário.

Vivemos num mundo de imagem onde o que parece ser não é na maioria das vezes. E algumas vezes o que é não parece ser.

Sinceramente, como eu rodo mais tempo nas ruas e estradas com meu carro de lata, prefiro mil vezes ver um único Puma DKW deformado do que as dezenas de carros xunning, com faróis xing ling me ofuscando a vista, só para citar um exemplo, com os quais cruzo diariamente.

É menos danoso pois dificilmente vou cruzar com essa aberração vermelha em minha vida.

Carros transformados sem nenhum paradigma técnico de engenharia, como a absoluta maioria que vemos, são muito menos seguros do que quando originalmente fabricados.

Senão nem precisaríamos ter departamentos de engenharia do produto nas montadoras.

Você pode argumentar que fora do Brasil sempre surgem novos lançamentos, são projetos novos e houve um estudo técnico para tudo o que compõe o novo veículo.

Poderia concordar com isso. Mas estamos no Brasil, vendo carrinhos de 1 litro aquaplanando na primeira chuva nas mãos de motoristas despreparados.

Aceito sua opinião mas a minha continua sendo a mesma: é tudo a mesma coisa.

Luby disse...

Qual sera a mecanica da raridade ??

Luby disse...

ouvi dizer que um certo advogado do DF esta negociando a compra dessa raridae...

Dario Faria disse...

Ao meu vêr o que se salva neste E.T. é a documentação, e espero que ela ainda seja de origem ou será que foi tunada (existe esta conjugação de verbo?), algo como esporte ou protótipo como já vi em Vws transformado para serem "aprovados" em laudos de certificação de depto de transito.
Dario Faria

Dr. JMM disse...

Luby, PVC.
Jovino, graças a Deus nesse dia eu nao pude ir, tava dando aulas, mas se tivesse, era perigoso ter ido tirar umas satisfas com os "engenheiros" de trapiz. Alguem se lembra de uma certa GTB/AMV que era "inspirada" num dodge viper? era vermelha, do naipe dessa ai? kkk que graças a deus o dono e o carro se mudaram de brasilia? pois é, o cara uma vez disse que era "especialista" em fibra...kkk, fiz a cara de sério e disse "tou vendo", esta cena o léozito gaucho presenciou. kkk. outra vez, o nosso amigo que tem uma AM1 FERRARI 275 GTO, gente fina, mas que gosta de embaianar o carro gosta. Uma vez, ele tinha tomado umas cervejas a mais e me disse "minha AM1 é mais rara que sua P18"..kkk, falei de novo "tou vendo" e acrescentei "igual a sua, é unica, só existe essa" agora AM1, conheço outro tanto..cruz credo.

Anônimo disse...

Que pena que foi aqui em Brasilia temos ótimas Pumas mais as vezes aparecem uns loucos cheio de razão são de mal gosto,baianada,gostam de rodas 17 laternas redondas,colocam um motor AP, aerofolio para o carro não voar etc.Transformam Puma em Ferrari,Camaro,Mustang utilizam lanternas de carros novos para deixar o carro novo, uma vez aqui em Brasilia apareceu mais um louco com uma Puma Tubarão 73 com lanternas traseira de Brasilia,tapete prata aqueles que usam igual assoalho de Onibus e a antena ele colocou uma barbana de Tubarão no teto para identificar o modelo do carro o resto eu não conto porque é mais ridiculo ainda, Zé compra estes carros para deixar original e coloca ests FP na cadeia.
Puma Clube Brasilia

Alex disse...

Jm,

Esse cara da AM1 já tive umas conversas com ele pela internet. Deus me livre cruzar com aquele carro, acho que infarto e acabo eu batendo, rsss.

Luby disse...

JM / Leo ou quem souber qual é a mecanica desta raridade ??

Dr. JMM disse...

1. Anonimo Puma Clube (marcão, jovino ou paniago??).... kkk... sabe que gostaria de saber o que ta escrito nos docas? comprar? quem sabe, pra concorrer ao troféu de BDA.
2. Alex, se eu te falar, que, ha uns 6 anos me deparei com aquela AM1 no encontro, 100% original, so com a pintura queimada, ofereci o dobro do preço que ele tinha pago e o amigo nao quiz. passou uns dias, apareceu com aquilo, e tudo por obra e graça do "engenheiro" da AMV VIPER...
3. Luby, a ultima vez que abri os capôs, na frente tinha um W16 VW, o mesmo que equipa o BUGATTI VEYRON, potencia líquida de 1.001CV, atrás um de mobylette da "garelli" de 49,9 cc, com 1,5 cv. pô luby, PVC, o que importa qual o motor dessa gerin? pode ser de ferrari, porsche, aston martin ou qq outro, é horripilante de qq jeito. kkkk
nem me interessa.

Serginho disse...

Manda a foto pro bizarrices automotivas, carro de baiano e etc o pessoal la faz o que nós por ética não podemos fazer, Longe da minha GTEEEEEEEEE SAIIIII CAPETAAAAAAAAAAAAAAA

Felipe Nicoliello disse...

Horripilante? Nada comnparado com a GTC amarela que está lá no fundo. O Leo me mandou as fotos e chorei de rir. Sabe como é, quando as coisas são tão horríveis deixam de dar medo e passam a ser gozação.

Vocês querem que eu publique as fotos do GTC amarelo?

Dr. JMM disse...

tampa a placa e manda ver.

Anônimo disse...

Master Felipe,

Apesar de estar longe, teu site é minha referência. Sábias as palavras de seus leitores, fico perplexo ver o carro mais espetacular jamais construido, ser desconstruido p um xuneiro-de-merde. Minha Puma desperta tensa admiração aqui, principalmente quando os caras-pálidas, ao volante de uma 911 feitas às milhares, lêem o adesivo do vidro trazeiro: Fabricado no Brasil. Mas as restrições de emissões de gases em 2012 na Bélgica me farão pensar q motor irei colocar, uma vez q esse carro é do dia-a-dia da família. Mas está rolando um regulamento específico aos 2 tempos, quem sabe não precisarei me inspirar no transformer braziliano p poder rodar.....
Saudações belgo-monarquistas
carlo paolucci

gabriel disse...

carlo pelo que eu entendi voçê esta com uma puma dkw ai na belgica. ou estou enganado. e esta com problema de emissão de poluentes, eu estava pesquisando digo procurando informações no mercado livre e encontrei em anuncio de um cidadão que fabrica sistema de ignição eletronica para motores dkw, o sistema consiste de três modulos eletronicos mais o chicote e conectores que voçê vai usar. qualquer duvida voçê acesa o ML e digita DKW e vai aparecer logo na primeira pagina. um abraço gabriel

Anônimo disse...

Gabriel,
(c a permissão de Master Felipe)

Grato pela dica, traduzi p meu mecânico mas acreditamos q vamos precisar de algo bem mais radical. Me disseram q na Alemanha estão tentando homologar um antigo 2T/06 cilindros, q sofreu modificações e emite 40% menos da "azuladinha". Há uma legião absurda de motores 2T rodando em toda a Europa, alguma solução política e/ou mecânica vai rolar. Você ñ se enganou, nossa Puma está na Bélgica desde 1967, veio na mala diplomática de meu pai, ex-embaixador belga no Brasil. Em função disso já tivemos mais de cem carros, todos umas belas porcarias descartáveis, mas nosso troféu brazuca continua imbatível. A propósito, êle está em missão no Congo, advinha qual carro êle levou?
Saudações belgo-monarquistas
carlo paolucci

Anônimo disse...

Isso me lembra a história de um Puma GTE prata extensamente modificado daqui de Sampa. O cara apareceu no encontro que foi o germe do Puma Clube (na Zé Maria Witacker ainda) e todo mundo ficou quieto. Bem quieto.

Todas as alterações foram muito bem feitas. Com muito capricho. A mecânica foi substituída pela de um Golf moderno, não lembro exatamente qual.

Havia tensão no ar enquanto o dono explicava que tinha comprado o carro daquele jeito já, alterado que fora pelo dono anterior. E pagou uma baba!

O encontro seguiu morno, mas tenso. Quando o cara foi embora (ele, a esposa e um filho pequeno), ouviu-se em uníssono: PUTA QUE PARIU, QUE CORAGEM! Puxou o coro o Ferri. E coberto de razão! Mesmo a mais de um quarteirão de distância o cara deve ter ouvido.

Foi foda. He he he...

Não sou contra Pumas modificados, desde que as modificações sejam harmoniosas ao belíssimo desenho original do carro. O que é difícil de acontecer.

Também não sou contra modificações na mecânica do carro, defasadíssima que está. Se bem que a mecânica VW a ar (notadamente motor e suspensões - o câmbio, revisto e rebatizado de Hewland Mk8 é usado até hoje) bem mantida ainda é competitiva, vide os bólidos preparados que participam de provas específicas para carros antigos. Requerem condução especializada mas ainda dão bom caldo.

Os Puma VW sempre foram carros bem pensados e engenheirados. Sempre foram bons. Tanto de olhar como de pilotar. Claro que deviam, devem e deverão sempre ser categorizados. Não dá para misturar numa eventual corrida Pumas 1600cc com Hondas VTI. Uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa. Mas os pequenos esportivos ingleses (notadamente os MG e os Lotus) não criaram escola?

Que me perdoe quem gosta do Lobini, que é o carro "moderno" mais perto do Puma em proposta e prestação, mas conheço a história do carro (a parte que me interessa, claro), conheço um dos caras envolvidos no seu projeto e... lamentei quando me foi explicada a origem da formatação do carro que todo mundo conhece: depois de sucessivas clínicas com o público-alvo foi que o carro ganhou ar condicionado, som potente, portas lambo style, e o monte de penduricalhos que ostenta. Não era para ser assim. Era para ser um roadster como é o Lotus Elise.

E daí?

E daí que o caso Lobini ilustra bem o que se pode esperar da falta de cultura automotiva que grassa no Brasil. Ela é o motor das "modificações" impiedosas nos belíssimos Pumas.

Parte da culpa é do Felipe, claro. He he he... Pelo menos no que diz respeito aos Pumas.

Um livro bem escrito, bem editado e recheado com as valiosas informações deste blog (e mais as que o aquiteto Nicoliello não divulga ou o faz à conta-gotas) ajudariam a diminuir a putaria.

Já cansei de falar que boto a mão na massa por essa causa.

Irineu

gabriel disse...

Ok Carlo. se aparecer qualquer coisa nova talves atê sistema de injeção eu te aviso. pois como nôs todos sabemos criatividade é o que não falta por este mundo afora. um abraço e diz ao teu pai pra ele ter cuidado com essa lindeza

Anônimo disse...

kkkk,....Como vcs falam dos outros pumas nao e?...rs
Enquanto houver um pra modificar..o q cham de original...empre havera assunto..pro c ss nao e?...
poxa deixa cada um realizar o seu sonho, sua adaptacao, gstar seu proprio dinheiro, rs....

mantenham os seus, q nos servem de inspiracao...
grato

Emerson Doohan GTs 75...tb e visual modernizado, mas e puma....de todo coracao.

cada um...

pense nisso
o q seria do certo....sem o dito errado.....

seria nada...pensem..
kkkkk

Anônimo disse...

Sou apaixonado por carros ,mas falo de coração se a gente não gosta e melhor não comentar , olha so o tanto de reportagem rendeu para o dono do carro , então se falam bem ou mau falam de min.