segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

GT Malzoni no Museu da Audi


O filme mostra em detalhes o GT Malzoni que ficará exposto no Museu da Audi, na Alemanha, que foi comprado no Brasil e restaurado aqui, por uma equipe integrada pelo jornalista Flávio Gomes. Independente das razões que o Flávio me explicou sobre detalhes não originais, como os bancos altos, uma preferência dos novos proprietários alemães, assim como a parte interna do capô pintada da cor do carro ao invés de "quantil", eu preferia ver este Malzoni totalmente original lá no Museu, porque assim mostraria realmente como era feito o carro naquele tempo. Como historiador chato e pentelho, eu não poderia deixar de explanar minha opinião. Mas vamos falar o que é verdade também, o Malzoni ficou muito bem restaurado, enobrecendo o nome brasileiro no exterior. Devido ao pouco conhecimento estrangeiro do Puma GT DKW, uma questão que fiquei na dúvida: -Será que os visitantes do museu saberão que se trata de um antecessor do Puma?

4 comentários:

smarca disse...

Bem, que é brasileiro acho que a placa denuncia e a mesma poderá chamar a atenção, quando exposto.

Mas que é o antecessor do Puma, enaltecendo a história de uma pequena fábrica brasileira, principalmente porque essa fábrica se fez realmente com mecânica VW em termos numéricos, ainda que do mesmo grupo, acho que não.

Posso estar enganado, mas creio que o objetivo maior foi o de manter na coleção todos os carros que, direta ou indiretamente, pertencem à história da Audi.

Jovino disse...

Felipe, concordo com você e achei até estranho, em se tratando de um museu tão tradicional como eles, colocarem aquele banco horrível e mal feito, são detalhes que para quem quer preservar a história e a originalidade, não poderia ser alterado de jeito algum. Até aceito que se mudem as rodas, dentro de um padrão de bom senso e como equipamentos de época, o que poderá ser trocado a qualquer momento, mas existem detalhes que não poderiam ser mudados.
Enfim, o importante é que a história do esportivo mais importante fabricado no Brasil está preservado.
Jovino

Felipe Nicoliello disse...

Sandro,
Este Malzoni é realmente brasileiro, comprado e restaurado pelo Flávio Gomes. Qto a minha questão, foi porque este carro vai ser mostrado com o nome de GT Malzoni e a fabrica chama-se LUMIMARI, será que haverá associação da marca Malzoni/Lumimari com o Puma? Se eles colocassem um Puma GT DKW, mesmo que não falassem da fabrica Puma, haveria uma associação do nome, como os Puma VW. Tudo isso para quem não conhece ou está aprendendo.
Claro que os alemães estão pensando na história deles, contando que alguns esportivos foram feitos com a mecânica Auto Union, além dos DKW Monza. E não estão errados, afinal cada um cuida da sua história...É o que estou fazendo aqui! Então uma beirinha na história deles ia nos ajudar muito.

Marcos disse...

Felipe, no filme está meio difícil ver a traseira de perfil, mas me pareceu tratar-se de uma Puma, por causa da espia traseira e o estilo "fast-back" (o GT, que eu me lembre, é um 3 volumes disfarçado), apesar do logo "GT-Malzoni"...
Posso estar mal informado (vou apurar melhor) mas soube há pouco tempo por uma pessoa envolvida diretamente nesse caso que foi enviado para o museu da Audi, um Puma.
Mando notícias.
Abçs.