terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Curva do Avanço Centrífugo Puma

12 comentários:

Irineu disse...

Tá aí uma info que vai ajudar muita gente a "achar" os cavalinhos a mais que os motores Puma tinham.

smarca disse...

E o legal é que é bem fácil mapear a curva de um distribuidor com uma pistola de ponto com regulagem de avanço, em 2 pessoas.

Enquando uma mantem a RPM do motor estabilizada em faixas específicas, a outra aponta a pistola para a marca central da carcaça e gira o botão do avanço até que a marca da polia coincida com ela. Neste momento pode ler no visor da pistola o avanço total centrífugo ou parcial (se tiver e se desconectado o avanço à vácuo).

Fazendo isso em várias faixas de rotação consegue-se montar um gráfico desse.

É o que estou pretendendo fazer junto com o Uli em nossos Pumas e no Kg dele, a princípio só por curiosidade.

Luby disse...

Uma curiosidade Felipe, ate que ano a puma usou o distribuidor centrifugo nas pumas ? As com chassis de brasilia usavam este tipo de distribuidor ou só as tubas usaram ?

smarca disse...

Luby, acho que a sua dúvida é com relação ao avanço à vácuo e não com relação ao avanço centrífugo, certo?

Felipe Nicoliello disse...

Luby,
Só o centrifugo, pois não tinha a vácuo nos Puma (São Paulo, até 1984).

Luby disse...

Vamos novamente: as primeiras pumas usavam o distribuidor do 1200 sem avanço à vacuo OK, a pergunta é: ate que ano foi usado este distribuidor ou todas elas inclusive as com mecanica de brasilia usaram este distribuidor ???
Se entendi direito a resposta do Felipe todas as pumas ( kg e brasilia ) usaram este tipo de distribuidor, certo Felipe ? Inclusive estou com um guardado para instalar na 72...

Felipe Nicoliello disse...

Luby,
Todos os Puma com motores VW a ar fabricados em São Paulo, de 1968 a 1984 tinham distribuidor centrífugo, utilizados nos VW 1200 e Kombi. Devido ao custo mais elevado e dificuldade de compra para substituição, hoje vemos muitos Puma com distribuidores a vácuo, mais comuns no mercado, porque na linha VW, desde 1967 o distribuidor era a vácuo, com exceção da Kombi.

Irineu disse...

Cacete. Falei besteira na lista então. Achei que os Pumas da cepa do meu, já com bastante coisa de Brasilia original na mecânica, também usavam originalmente a porcaria do distribuidor misto. Tem certeza, Felipe, que NÃO SE USOU DISTRIBUIDOR MISTO (vácuo + centrífugo) em Puma nenhum?

De qualquer jeito, de posse dessa planilha e com um pouco de habilidade dá para transformar qualquer distribuidor VW num "original" Puma. Pelo menos no funcionamento.

O do meu GTE era a vácuo, que foi retirado, e teve a curva alterada. Só que ainda não tive a curiosidade de "bater" o gráfico com a luz de ponto.

Felipe Nicoliello disse...

Irineu, olha a resposta do Pasini:

Realmente, todos os GTE/I/GTS/C não tinham distribuidor à vácuo. O P018 eu não sei...
Abçs.

Marcos V. Pasini
PUMA Indústria de Veículos S/A
Engenharia do Produto
(gostei disso...hehehe)

Anônimo disse...

O Pasini foi tb Eng° da VW:

- "...lá na Engenharia de Motores, no famoso 'Pico da Neblina em SBC-SP'!"

(Ronaldo)

Felipe Nicoliello disse...

Ronaldo,
O Marcos Pasini ainda é engenheiro da VW, apesar de escrever livros e site, não está aposentado.

Marcos disse...

Mestre Ronaldo !
Ainda estou na Volks.
Agora trabalho na área de "Conceitos Powertrain", que é uma etapa antes da "Experimental Motores", também na ala-17 (Pico da Neblina) em SBC.
Mande notícias !!!
Grande Abraço
Marcos Pasini