terça-feira, 3 de março de 2009

Reportagens (18)

A reportagem da Automobile Quartelly de 1969 é um show de figurinhas para quem não sabe inglês, sabendo melhor ainda, conta um pouco da história Puma e seu modelo GT 1969.

10 comentários:

Fernando Portilho disse...

Olá felipe,
Embora em lugar diferente, este é o mesmo carro da Quatro rodas, e de sua postagem para identificação da cor.
Será este o carro que o Lettry viajou?
Note o n° da placa. 23 23 35.

Leo Gaúcho disse...

PQP, tá lá o escapamento!!!!Agora que eu não durmo mesmo!!!!(rsrsrs)

Dr. JMM disse...

hehehe.
Fico encucado com o seguinte: No Brasil, não saiu na época nenhuma reportagem brasileira com tantos detalhes como esta que não é. Pra ver que "santo de casa não faz milagres".
É foda.

Leo Gaúcho disse...

Concordo com vc Zé.Além do mais estas fotos são inéditas!O Fernando tem razão qto ao Puma Amarelo.Estas fotos foram feitas durante a reportagm em que o Stirling Moss faz o teste do Puma, Corcel, Landau e Fusca.Quem tem a revista, e eu tenho, vai reparar que o fundo das fotos é o mesmo.
É... esta revista é uma raridade!!!
Prabéns!

thiago disse...

Depois de ver na internet fotos e reportagens repetidas sobre Puma, agora posso dizer que não estou dando conta de ler tanta coisa interessante e inédita. Mais uma vez parabéns pelo excelente trabalho Felipe. Agora só falta o livro.

Eric disse...

PQP!!!! MARAVILHOSO ESSE POST!!! essa reportagem é pra guardar com carinho! parabens Felipe!

Um abraço!

Eric disse...

Hein... tentando ler a matéria... é impressão minha ou o Puma se saiu um pouco melhor que o Porsche???

Um abraço!

Dr. JMM disse...

hehehehe..menos eric, menos....aí vc ja ta querendo é demais...hehehehehe

thiago disse...

Melhor eu não diria, mas pelos números da matéria eles estavam pau a pau.

Felipe Nicoliello disse...

Se compararmos os antigos Porsche com nossos Puma, nessa briga o Porsche não levará tanta vantagem e se nosso Puma tiver o Puma Kit, aí é pau a pau, apenas no quesito durabilidade o Porsche se sairia melhor. Não podemos esquecer que são modelos diferentes, mas com o mesmo DNA.