quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Paparazzi - GTE 1972

O paparazzo Dario Faria fotografou esse Puma GTE 1972 no último Encontro da Estação da Luz em São Paulo. Parece que o Puma ainda falta complementar a restauração, mas há alguns itens que pecam no carro. A falta de bolha deve ser por não ter sido colocada, pois existe o degrau de encaixe, mas os limpadores de uma forma em que nunca existiu em Puma "Tubarão"...
As dobradiças modernas do capô traseiro no lugar das "bicudas", que eram do Gordini, não prejudicam tanto o visual, mas tiram a originalidade, assim como a saída do ar viciado, que era pintada de preto fosco automotivo e agora está na cor do carro.
As rodas não são originais de qualquer modelo Puma, mas disfarçam bem. Essas poderão ser prontamente substituídas pelas originais "Estrela", é uma questão de comprar.
Mas um item me deixa um pouco triste: a cor! Pelas fotos parece ser o Cobre Metálico VW de 1975/76, portanto nunca poderia estar em um Puma 1972, porque ainda não existia. Como a cor de um carro, visualmente remete-o ao ano correspondente, haverá um choque para os perfeccionistas e este Puma jamais poderá obter o Certificado de Originalidade para obtenção da placa preta, afinal a cor do carro, senão for cor do ano, é um item excludente.
Meu espanto não será tão grande se ver esse carro com placa preta, afinal existentes muitos "entendidos" em carro antigo, fazendo avaliação para a PP. Como teoricamente todo clube habilitado tem o direito de fazer vistoria em qualquer marca de veículo, vale o bom senso de seus diretores para analisar e julgar os casos. No Puma Clube, quando fazemos vistoria de um veículo que foge a nossa alçada, contratamos um vistoriador especializado na marca para participar da vistoria e em certos casos, mesmo com este conceito, não fazemos a vistoria e encaminhamos o proprietário a um clube específico.

5 comentários:

Alex disse...

Felipão, análise criteriosa hein, rsss. Mas eu tenho mais um detalhe a incrementar, a calha de chuva. parece preta de plástico, enquanto deveria ser alumínio polido. Talvez aí seja só tinta preta por cima do alumínio.

De qualquer forma, se o dono não busca originalidade, está muito bonito.

Aluisio disse...

Belo carro. Fora a pintura, o resto está fácil de trocar e ele ficar passivo de Placa Preta.

saruê disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Felipe Nicoliello disse...

Alex,
Realmente a calha não é original, mesmo que seja de alumínio, o formato é errado. Passou pelo meu crivo...
Aluisio,
Mas é isso que me afligiu, se não fosse a cor, os pequenos detalhes são facilmente corrigidos e não são perdidos, mas a pintura, ele perdeu um bom dinheiro, se a intenção era originalidade.

Luby disse...

Tirando os detalhes que foi comentado e + a falta das lanternas laterais rossi que neste ano creio que eram originais o dono do carro esta de parabens pois é mais uma que foi salva dos vandalos que adoram modificar e transformar as raridades antigas...
ps. estou de volta, as ferias acabaram, minfelizmente.