terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Tapete Puma

Muitos sabem que a Puma utilizava o carpete buclê, conhecido popularmente por "cabelo de nega". Se tornou famoso nos anos 70 pela sua beleza e durabilidade. As pessoas pregam esse tópico, mas nem sempre foi verdade.
No começo, com o Puma GT DKW (abaixo), o carpete era o normal de veículos e o local de pisada dos pés, continha um retângulo de borracha, para não haver desgaste prematuro. Um capricho da Puma, preocupada com o produto. Certa vez, pelos idos de meados dos anos 70, um amigo acarpetou todo seu Fusca com o buclê. Ficou lindo e quando entrei em seu carro falei: "-Você deveria colocar um tapete de borracha para não estragar o carpete." Ele respondeu de imediato: "- Gastei uma fortuna para acarpetar para pisar em borracha?!"
No Puma GT VW de 1968 a 1970, a mesma formula utilizada, com o desenho da borracha no formato do chão do chassis. O carpete ainda era o comum.
Em 1970 com o lançamento do GTE, a qualidade do acabamento ficou superior ao modelo anterior e para isso os materiais também melhoraram. O carpete mudou para o "cabelo de nega" e o courvin para o tipo "couro de porco". O pisante de borracha continuou no mesmo local, mas o que compunha esse tapete, não era o "cabelo de nega" e sim um carpete comum.
Já em 1973 com a nova carroceria, a borracha do tapete aumentou de área, ficando um pouco mais próxima ao banco. Agora não tinha mais jeito, tem que pisar na borracha com a sola inteira.
Abaixo o detalhe do tapete com debrum nas extremidades, a parte de borracha no local que sofre mais desgaste e o restante em carpete comum. Já nas laterais, no túnel e atrás dos bancos o carpete era o "cabelo de nega", bem mais bonito.
Da mesma forma do lado do passageiro. As duas fotos dos tapetes foram tiradas de um GTE 1974 de extrema originalidade, que em breve voltará a circular pelas ruas.
No GTE 1975 a mesma formula.
Só a partir de 1976, na segunda série, com a carroceria de vidro lateral, o local da borracha diminuiu, somente no lado do motorista, mas continuou a figurar.
Agora vocês chorem, porque achar esses tapetes é algo para Indiana Jones.

9 comentários:

Stael Alves disse...

Alguém conhece, tem contato, desse tal Indiana Jones aí!

Felipe Nicoliello disse...

Tô na captura também...

luiz boro disse...

parabens felipe, um abraçao do caipira de btos, pelo aniversario do site; loboro 150211

Mazinho Rocha disse...

Felipe, ve se consegue pelo menos as medidas e o desenho pra podermos reproduzir.

Alex Z disse...

Felipão,

Meu puma ainda tem toda a tapeçaria original, inclusive o tapete com a dita borracha. Porém, a borracha em alguns pontos está gasta e está praticamente se desmanchando. Nem a borracha vc acha que conseguimos localizar identica para substituição?

Alex Z disse...

para completar, puma 80.

Felipe Nicoliello disse...

Boro,
Que grande surpresa seu comentário aqui, muito obrigado. Da nossa turma de caipiras (me considero tb, afinal a patroa é de perto de Barretos), só faltou o comentário daquele caipira das Pumas, um "tar" de Robertinho de Jaboticabal...
Mazinho,
Consigo sim, mas quem vai fazer a modelagem da borracha e sua solda no carpete? Te mando assim que eu voltar lá no Puma da foto.
Alex,
Seu problema é o mesmo nosso, a moldagem da borracha. Se o Mazinho conseguir, vc passa as medidas do seu Puma para ele, pois é diferente das medidas dos nossos tubarões.
E vamos ver se conseguimos mais esse item.

ramoswr disse...

Felipe

Assim como o Alex Z , meu gte/75,(bege alabastro), tem toda tapeçaria original e estou em vias de reformar o carro, inclusive já tendo feito contato com o tapeceiro. Se não me engano a borracha no carpete é costurada. Confirmas ?
Não serviria costurar um tapete de borracha destes atuais no local , desde que se faça o recorte como o original?

Walter Ramos

Felipe Nicoliello disse...

Walter,
Não sei, vou verificar quando for lá tirar as medidas. O assunto continuará em pauta.