segunda-feira, 3 de maio de 2010

Reportagens - Status Motor 7A 1975

A revista Status Motor, edição especial da Status, de março de 1975 aparece aqui graças a colaboração de dois amigos, Mário Estivalét que havia me mandado a página em que aparece o Puma GTS e o Sylvio Fujioka que completou com a capa e outras páginas interessantes de acessórios de época.
Dentre muitos veículos nacionais, a revista fala da Puma e do Puma GTS, apresentando a ficha técnica. Vejam que o Puma da foto é um GTS 1974 1a.série, aparentemente usado mas sem placa, exibe o suporte de placa dianteiro, apesar de não ser mais usual, devido a colocação de uma base na carroceria para apoio da placa, muitos ainda continuavam saindo com tal equipamento, porque deveriam ter um estoque grande (recado para uns amigos: Predadores 1 e 2, gostaram da minha explicação?).
Entre os acessórios mostra a os preferidos da época. Lembro bem dos VW Brasília de "play-boys" rebaixadas que exibiam um painel repleto de instrumentos e as rodas de ferro em aro 13" com sobrearos de cromeação riscada e fosca, idênticos ao do Maverick GT só mudando o diâmetro e calotas acompanhando o estilo dos sobrearos com o emblema Porsche. Isso era o máximo, porque o Brasília ficava muito simpático e esportivo. Os Fuscas também ficavam lindos com essas rodas, desde que rebaixados, o meu por exemplo, bem admirado pelas gatinhas e marmanjões. O duro era sair correndo atrás do arinho, quando ele saía pela tangente, em uma curva mais exigida.
Alguns modelos de rodas e volantes. Vejam que o volante n° 8 era o que equipou o Puma GTB que apareceu na reportagem da Quatro Rodas de 1974. Depois a Puma encomendou um parecido para o GTB, com menos ângulo e furos também na haste central.
Mais uma comprovação dos aparelhos de som para 1975. Os consoles que ao meu ver não eram tão bonitos e grande como o do Puma, além de ser o mais confortável, por ter descansa braço.

5 comentários:

Goodtimes disse...

Alguém sabe qual o fabricante da roda nº5? Na reportagem aparece apenas roda Fusca tala 6".
Esta é muito parecida com as opcionais de liga que eram oferecidas com os SP2.

Felipe Nicoliello disse...

Luciano,
É a roda em que foi apresentado o protótipo do SP2 na Exposição Brasil-Alemanha de 1971 na Bienal de SP.
Na época lembro bem que admiramos o desenho dessa roda, mas nunca vi para venda em nenhuma loja e tão pouco vi em algum carro na rua, e olha que eu sempre fui muito observador na questão rodas de liga leve.
Parece que foi feita pela Italmagnésio, concorrente da Scorro (parceira da Puma), mas não tenho absoluta certeza.

gabriel disse...

felipe ela é muito parecida com um modelo que a glicerio fabricou nos anos 70 não seria esta marca. já que ano é 1975 lembra da santa matilde era glicerio

Anônimo disse...

Felipe, falando em anos 70...no domingo passado, o canal Brasil exibiu o filme de Carlos Imperial chamado "Banana Mecânica". Tem duas cenas nas quais aparecem um GTS verde musgo com aerofólio, acho que era 71 ou 72 (o filme consta como sendo de 73). Este filme vai ser reprisado, amanhã,quarta-feira,dia 05 as 4h30min da madrugada..horário bem ingrato, em todo o caso, está dado o toque aos pumeiros!! Abs Cassiano P.S.:O link do horário está aqui:http://bipme.tv/programa/canal-brasil/582421-brasil-cult-banana-mecanica/exibicao-47689751

Daniel Pardo disse...

Olhando essa vasta gama de acessórios da década de 70 (que também era disponível nos anos 80) e comparando com hoje que temos acessórios de péssimo gosto como, som no porta malas com cornetas de vendedor de pamonha e que normalmente emanam um barulho (pois não dá pra chamar de música) insuportável, "banco 24 horas" (vulgo tela de DVD) no painel, rodas com aros cada vez maiores que parecem mais rodas de carruagem e não de carros, pneus tão largos e finos que parecem mais fita isolante... AHHH!!!! eu já estava esquecendo do "crássico" volante Shutt (no saco) e o tapete "chão de busão", chego a conclusão que, por mais que faltasse tecnologia há 30, 40 anos atrás, pelo menos sobrava bom gosto.