sexta-feira, 17 de junho de 2011

Botões do painel - GT, GTE, GTE Spider, GTS, GTI, GTC

Os botões do painel Puma mudaram bastante ao longo dos anos, mas suas funções quase sempre as mesmas. Primeiramente vamos abordar os modelos com mecânica Volkswagen e de maior produção.
Começando pelo GT 1968, que tinha o painel mais singular, com a chapa metálica, madeira e saídas de ar do FNM JK. Os botões e suas já determinavam o caminho a ser seguido por diversas gerações.
No modelo GT 1969 mudou mais o painel que os botões, que continuaram os mesmos com iguais funções.
Quando do lançamento do modelo GTE em 1970, a foto do primeiro modelo não definia exatamente o que estaria em produção, com interruptor de pisca-alerta um tanto improvisado, madeira imitando marfim do modelo GT e com o interruptor do lavador de para-brisa no console. Esse interruptor já indicava o modelo a ser seguido no futuro, mas ele não ficou, pelo menos até o modelo 1973.
O modelo GTE de 1970, assim como o GTE Spider lançado em 1971 adotavam um novo modelo de imitação de madeira, agora em jacarandá e com o botão do pisca-alerta definido. O lavador de para-brisa foi para o acionamento no pé esquerdo, o mesmo utilizado no FNM JK...
...Infelizmente não dá para ver esse botão, mas vemos que o desenho do botão do pisca-alerta e do limpador formação uma cruz. Esses foram encontrados em alguns Puma, mas não em sua totalidade, resultando em suposição de estoques de fabricantes diferentes.
Em 1973 o painel do GTE e GTS (novo nome do GTE Spider) tinha novo desenho permanecendo o modelo de botões anterior. Apenas o botão do lavador de para-brisa saiu do pé esquerdo para o painel, sendo utilizado aquele do GTE 1970 de apresentação. Esse botão também era utilizado pelo Aero-Willys, mas encontrado facilmente em qualquer loja de eletro-eletrônicos, pois era muito utilizado em máquinas, equipamentos de som. O mais comum eram os liga-e-desliga, já esse modelo vai-e-vem era mais específico.
O GTE e GTS 1974 não mudou nada, apenas o formado dos botões, agora confeccionados de borracha macia com uma placa de alumínio grafada as funções. Alguns modelos GTE e GTS de final de 1973 vinham com esse modelo de botão.
O acendedor de cigarros que vemos atualmente no painel em muitos Puma, se deve ao fato de alguns proprietários retirarem a parte superior do console que liga com o painel e nessa operação, o acendedor e rádio subiam para o painel. O acendedor saída de fábrica no console do lado direito no final de 1973, quando mudou a parte superior do console.
Em 1975 a única mudança foi o volante do Puma permanecendo inalterado o restante.
Com a nova carroceria do modelo 1976 2a. série, tudo mudou no interior do Puma...
... Novo formato, novo volante e nova posição dos botões e instrumentos.
Abaixo a página do Manual do Proprietário dos modelos GTE e GTS 1976 até 1978, desenhado pelo meu amigo e projetista da Puma Paulo Sérgio.
Em 1979 mais uma nova posição dos botões e mudança dos interruptores da lanterna e faróis, agora de tecla, limpador de para-brisa, em uma alavanca no volante à direita e o pisca-alerta em uma pequena alavanca central do volante.
Abaixo a página do Manual do Proprietário dos modelos GTE e GTS de 1979 a 1980 e GTI e GTC de 1981 a 1984, também com desenho do Paulo Sérgio.
Apenas no GTI e GTC que foram exportados tinham a ventilação forçada oriunda da linha Ford Corcel no lugar da ventilação normal. Esses modelos também contavam com um console integrado ao painel e ao centro um relógio análogo. Podemos encontrar mais de uma centena desses Puma aqui devido a devolução da exportação ao USA ocorrida em 1981.

11 comentários:

smarca disse...

Felipe, as 3 fotos onde menciona GTE/GTS 74 são do seu carro? Pergunto porque nunca vi seu GTE pessoalmente, somente o GTS.

Outra dúvida: salvo ilusão de ótica, no painel do 76 2a. série até 78, na primeira foto, a alavanca de seta tem sua extremidade grossa, ao contrário da maioria das alavancas que são finas em toda sua extensão.

Pergunta: na época haviam fabricantes diferentes com ambos os tipos de alavancas ou as originais são sempre finas?

Comprei tem algum tempo uma alavanca simples (somente seta) de reserva no mercado, mas ela tem a alavanca mais grossa. É fácil trocar o miolo e manter minha alavanca fina, quando precisar, se esse for o padrão único original, mas gostaria de saber por curiosidade neste momento.

Dr. JMM disse...

espetacular esse post (reportagem).
Continuo clamando por um compêndio, ou manual ou tratado sobre "o esportivo Puma"
parabéns.

Felipe Nicoliello disse...

Sandro,
As fotos 7,8 e 9 são sim da GGT, nunca restaurada em sem interior, apenas as laterais de porta foram substituídas por mim e o tecido central dos bancos pelo antigo dono.

Se existia mais que um fornecedor eu não sei, mas entendo que mesmo existindo, o padrão da peça VW sempre era o mesmo. Na foto existe um claro em baixo do painel, que deixa parecer a alavanca mais grossa, mas se ampliar bem a foto verá que a alavanca é fina, como todas as outras. A foto é de época com uma carro original zero km.

JM,
Obrigado pelas suas considerações.
Não estou pensando mais em escrever o livro Puma e sim o Manual do Restaurador do Puma!

Dr. JMM disse...

eu já estou reservando algumas unidades. Com certeza, pra mim, léozito, e o gatolon.

Agnaldo Murilo disse...

Mestre, onde podemos encontrar estes acrílicos indicadores, existentes acima dos interruptores do painel do GTS-79 (lanternas e faróis, luz do painel, etc..)?
Abraço
Agnaldo

smarca disse...

Obrigado pela explicação Felipe.

Então, se algum dia eu precisar trocar a chave de seta eu desmonto ambas e utilizo a alavanca fina no conjunto novo, se for o caso.

Se não for plug and play a adaptação é bastante fácil.

O tape Mitsubishi do seu Puma é um senhor tape. Eu tive um e ficava encantado com o sistema de busca das estações de rádio. E é um aparelho robusto, além de bonito.

Gostei do interior do GTE, tudo certinho, hehehe.

Anônimo disse...

Desenhos que fiz na década de 70. Dá saudade.
PauloSérgio

Glauber disse...

Felipe, ótimo post, eu tinha muitas dúvidas sobre isto...

Agnaldo, eu comprei há poucos meses esses acrílicos na metal nobre, metalnobre@terra.com.br . Veja se eles ainda têm!

Felipe, o botão de desembaçador dos Puma a partir de 79 fica sem função nos GTS? O meu está sem função... E o do farol, qual a sequência? O meu tem 3 posições e acende só lanterna/farol baixo (o alto está na alavanca do volante). O botão de iluminação do painel acende só iluminação, na primeira posição, e iluminação e luzinha laranja ao lado dos faróis, na segunda posição... É assim?

Abraço!

Glauber

Felipe Nicoliello disse...

Agnaldo,
Eu não sei, mas o Glauber um expert em achar as coisas na Internet já lhe deu a dica.

Sandro,
Eu sempre adorei esse tape Mitsubishi, mas na época não pude ter. Esse veio junto com o GGT. Hoje, o Puma da minha esposa conta com esse aparelho também, mas só para o visual como no GTE, porque fita cassete e radio só AM não dá. O som moderno fica escondido. Ah! tenho um Mistubisshi de reserva, caso apareça mais um Puma.

Paulo Sérgio,
Desculpe a grande falha de não mencionar o autor dos excelentes desenhos, vou colocar.

Glauber,
Todos os GTS e os GTE que não tinham desembaçador o botão tem apenas o ponto como desenho e sem função. Naqueles que tem o equipamento o desenho é de um raio.
Não é assim. O botão da lanterna e faróis tem duas posições, lanterna na primeira e faróis na segunda. O da luz do painel tem apenas uma posição, liga ou desliga as luzes dos instrumentos. Esse botão com três posições não é de Puma, como o fabricante fazia esse mesmo botão para a Puma, para a encarroçadora de ônibus Marcopolo e para a Gurgel, pode ser que algumas das duas últimas montadoras utilizavam o mesmo botão com três posições.

Glauber disse...

O mais legal é que eu sou o cúmulo do azarado. Eu tenho o dom de achar e comprar TODAS as peças que, apesar de idênticas, têm sempre um detalhezinho que demonstram que elas são da carroça do vizinho, do fórmula 1 do fittipaldi, do boeing 767, de qualquer coisa, mas não do Puma!! rsrsrsrsrs
Mas ainda assim é gostoso dar martelada pra restaurar o carro!

Anônimo disse...

Felipe
Não precisa mencionar nada de quem fez quase todos esses desenhos, amigão. Só deu saudade.
Já estão assinados nos lados direito/inferiores. Estamos as ordens.Obrigado.
PauloSérgio