quinta-feira, 2 de junho de 2011

Foto de época - GTE 1978 e GTI 1981

As fotografias são do meu amigo Ricardo Rigon de Curitiba-PR. O primeiro um Puma GTE 1978, que era do pai de um amigo dele. A foto foi tirada em Camboriú-SC. Reparem na originalidade do GTE, com as lanternas traseiras bi-colores (toda vermelha), rodas com o miolo cinza e o restante já sabem, 1978 é um problema...
O Puma GTI - que o Ricardo não sabe o ano, mas é 1981 modelo 1981 - foi da sogra dele por volta de 1986, quando a família morava na cidade de Canoinhas-SC. Nesse também muito original inclusive com o barrado preto no spoiler dianteiro e saia traseira. Também as lanternas laterais de sinalização são embutidas, o motivo de eu saber o ano do GTI, porque se não fosse embutidas na carroceria, somente colocadas sobrepostas seria 1980 modelo 1981.

8 comentários:

Puma GTI 1981 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Puma GTI 1981 disse...

Felipe, é um GTI e não GTC.
Abraço
Guilherme

Ricardo Rigon disse...

Guilherme, é que tem mais uma foto, o gtc verdinho que não foi anexado no post..

Alex Z disse...

Felipe,

Aproveitando a deixa da originalidade do GTE, questiono sobre a forração dos bancos.

Consigo reparar que o tecido do centro é claro, e parece que há listras nele.
Também temos foto de um catálogo da época, que tem um GTS e um GTE juntos e um dos bancos também parece estar com um tecido parecido com este.

Porém quando fui fazer os bancos do meu GTE, todas as opiniões e ajudas vieram em prol do tecido da linha comodoro, se não estou enganado.

Também, já ouvi que a puma era flexível quanto a isso, poderia escolher e etc, mas até onde é verdade já não sei.

O que você pode nos contar a respeito disso Felipão? Sera que consegue clarear as minhas idéias ref este assunto?

Abração!

Felipe Nicoliello disse...

Guilherme,
Já corrigi, obrigado.

Ricardo,
Como na foto do GTC só se via parte do para-lama, era mais o enquadramento da criança, não publiquei.

Alex,
De 1976 a 1978 era o tecido do Opala. Também em final de 1978 e 1979 era oferecido a padronagem em tecido de listas em dois tons (marron escuro e bege areia / preto, cinza azulado e cinza escuro), coisa que não agradou.
A partir de 1979 o tecido passou a ser do Chevette, tanto para o preto como o monocromático.
A Puma NÃO era flexível, ela fabricava uma linha de produção a ser seguida, os flexíveis eram os concessionários, que ofereciam EXTRAS, para agregar ao preço do automóvel. Nesses extras podemos incluir até cores exclusivas e modificações na carroceria. Bancos de couro ou com outra padronagem era corriqueiro oferecer, exatamente como fazem hoje em dia nos carros básicos.

Ricardo Rigon disse...

é vero

Ciro disse...

Olá, Felipe!
Sou de Fortaleza e fui indicado para acessar seu blog pelo Presidente do clube do Puma do Ceará. Tenho uma Puma 1978 e tenho dúvida a respeito do seu modelo original. A minha é parecida com esta vermelha do Ricardo, com os faróis traseiro da brasília, frente com os piscas do lado e embaixo do para-choque (iguais as da foto). Agora pergunto: a minha que é de 1978, não era para ser do modelo mais antigo? Parabéns pelo blog e grato pelas respostas.

Felipe Nicoliello disse...

Ciro,
Obrigado.
Como aconteceu com muitos Puma de 1976 a 1980 foram transformados no modelo GTI ou GTC de 1981.
Muitos concessionários promoviam as modificações, cortando a frente e a traseira e colocando a do modelo mais novo. Hoje ao contrário, existem muitos proprietários retornando seus Puma ao modelo original, com para-choques cromados.