terça-feira, 10 de abril de 2012

MENOS UM - GTE Branco

No mesmo evento de Nova Petrópolis-RS, o meu amigo Carlos Avelleda fotografou esse GTE com aspirações a ser um Porsche. Carlos conversando com o proprietário, que era de São Paulo-SP, disse que o Puma havia herdado as peças de um Porsche 911, que ele tinha e foi destruído em um acidente.
Fora os emblemas traseiros e as rodas Fuchs, que também podem ser réplicas, não vi mais nada do Porsche 911 acidentado, só deve ter sobrado o dono. Nem os lindos espelhos Porsche sobraram para colocar no Puma.
Internamente não dá para ver, mas talvez o volante seja Porsche.
O motor? Essa parte deixo para vocês comentarem.

15 comentários:

gabriel disse...

Takves ele tenha se acidentado num poste e não lembre pois a pancada deve ter sido muito forte pois tirando as rodas que são replica como voçê falou essas lanternas que são de santana e este motor que me pareçe ser um WW formula 2 com carburadores Weber 40/40, ou divisão 4 preparados pela berta

Goodtimes disse...

Lanternas de Santana...
Fiquei com medo agora...

smarca disse...

As rodas Fuchs são de 5 furos. Talvez o sistema de freios seja do Porsche.

O motor parece mesmo um AP. Esperava ver o boxer do 911 ali. Estou desapontado.

Caramba ... essas letrinhas para postar estão cada vez mais compridas e confusas. Ou eu que estou ficando velho, razinza e sem paciência, hahaha.

iRineu disse...

A função manda na forma, sempre:

http://overtakingisfun.blogspot.com.br/2012/04/um-jgtc-praticamente.html

Ronaldo Brochado disse...

- "Opa, ...é cachorro grande !!!"

(perdeu a chance de ter mais méritos)

Abçs ao 'Big PHIL'

Ronaldo

Eduardo Nogueira disse...

o 'Porsche' na traseira foi pra finalizar com chave de ouro... Mas vou admitir que as rodas eu acho que combinam muito com o puma... teve uma publicação de um puma gringo com estas rodas já...

gabriel disse...

Irineu Irineu, que Laramja Mecanica saborosa, fico pensando no seis cilindro que o chico biela tá fazendo com a junção de dois quatro cilindros pra botar na replica porsche CBP que ele tem. quando ele terminar deve ficar uma beleza as entradas de ar ficaram maguinificas e a traseira me fez lembrar da miniatura que eu tenho de uma Lancia Stratus muito bela, bela mesmo.
Um abraço

Benicio disse...

Esse é um autêntico Porxe :)

Fernando Portilho disse...

Os dois carros são fantásticos, desde que mantendo cada um, suas próprias características.
Resumindo, PORSCHE É PORSCHE E PUMA É PUMA....PÔ!!!!!

Flávio disse...

Existem rodas que parece que nasceram para determinado carro,no caso um puma com rodas originais é um puma! Sem as rodas originais parece um carro qualquer ,perde o charme.
Mas estas rodas Fuchs ficam perfeita nas Puma seria uma boa segunda opção no caso de não conseguir um bom jogo de rodas originais

Anônimo disse...

Para os oportunistas de plantão, inclusive o dono do blog, o proprietário deste puma foi pioneiro em restauração em carros de fibra de vidro em Campinas-SP. Se informem, para não falarem besteira! Boa sorte!!

Felipe Nicoliello disse...

"Seu" Anonimo, pode até ser o "The Best" em fibra ou restauração, mas nesse Puma, ele conseguiu acabar com a originalidade e mostra que não conhece desenho automotivo. Aquelas tomadas de ar são horríveis. E ainda por cima coloca emblema Porsche em um Puma. Ele quer enganar os desavisados em automóveis? Assinado o dono do blog!

Anônimo disse...

Ao dono do blog: só para completar, o dono deste Puma já trabalhava com carros de Fibra, inclusive Puma, antes mesmo de você nascer! Então, se informe direitinho para não escrever besteira. Boa sorte com seus Pumas!

Felipe Nicoliello disse...

Nem sei porque fico respondendo para pessoa que se esconde no anonimato.
Então esse cara era o máximo na época, porque eu nasci em 1954 e um dos primeiros a trazer a tecnologia da fibra dos EUA foi o Eng. Gurgel em 1960.
Quem tá falando besteira é você. Vai conhecer um pouco do assunto antes de ficar escrevendo bobagens. Quem conhece desenho automotivo vai entender o que estou falando, uma mistura de elementos, sem nenhum critério ou função, nem os alemães, que sempre privilegiaram a mecânica em detrimento ao desenho, cometeriam um absurdo desse e mesmo que cometessem seria por uma causa nobre: função mecânica antes de tudo.
Nem as ridículas aberturas da saia dianteira e as falsas (não sei pra quê?) foram executadas em linhas retas e com bom acabamento.

Daniel Pardo disse...

Descanse em paz pobre Puma...