quinta-feira, 18 de março de 2010

Mais Puma P-018

Muitos do P-018 sobreviventes dos cinquenta e poucos fabricados. Não existe um número preciso, porque a Puma em 1985 pagou seus fornecedores com carrocerias numeradas e peças para montagem dos carros. Além disso alguns P-018 foram montados no galpão de Capivari-SP, onde a Puma iria se estabelecer. Por isso encontramos P-018 ano 1985, 1986 e até 1987, mas a numeração do chassi desses carros é diferente da sequência utilizada na Av. Pres. Wilson. Abaixo duas fotos do primeiro P-018 no lançamento em final de 1980.


E aí vai a turma dos P-018, começando pela número 1 que está em Fortaleza com o meu amigo Mário Jojo olhando a conta da bomba. Essa foto foi enviada pelo meu amigo Leandro Guilherme.
















Apesar do tanque não estar na frente, como nos outros Puma (ficava na vertical, em cima do cambio), sua estabilidade era excepcional, parecendo um kart nas curvas. Isso se deve ao fato de ter a suspensão de arrasto na traseira, somado ao centro de gravidade mais baixo e pneus de diâmetros diferentes (aro 14 na dianteira e aro 15 na traseira), jogando parte do peso para a dianteira, pela inclinação. Nesse aspecto o Milton Masteguin era muito técnico e cuidadoso.








22 comentários:

Leo Gaúcho disse...

... ainda vou ter um destes!!!!

smarca disse...

Interessante é que não chegou a existir uma versão conversível do P-018.

Aquele P-018 amarelo esteve durante algum tempo à venda no ML, lembro disto.

Outra dúvida: o para-brisa do P-018 era exclusivo Puma ou provinha de algum outro carro?

smarca disse...

Em tempo, me refiro ao P-018 amarelo com rodas de aço.

Luby disse...

Ainda bem que aparentemente a grande maioria delas sobreviveu aos tunadores..

jean claude disse...

Sensacional este modelo. Nunca cheguei a ver um ao vivo, mas as linhas dele são muito elegantes.

Alex disse...

http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-137828741-puma-p-018-1984-rarissima-e-nervosa-_JM

arrematada pelo zé maria. A maçaneta é original, não? Vi a preocupação em post anterior.

Dr. JMM disse...

alex, carro ja esta aqui comigo. ja estou arrumando os detalhes que na minha opiniao precisavam de acertos, mas é muito bom.

Alex disse...

Jm, pelas fotos que vi apenas bancos fogem do padrão. Ele está com teto solar também?

Alex disse...

Jm, pelas fotos que vi apenas bancos fogem do padrão. Ele está com teto solar também?

EGO's disse...

Tive um P018 que herdei do meu irmão (in memorian) era o número 7 1982. Na época meu irmão colocou freio com circuito diagonal e o motr era 1700cc. É certamente uma evolução dos GTE. Tem vidros elétricos, bancos iguais do GTB S/2 em couro, ventilador elétrico com duas velocidades, console central, janelas laterais traseiras basculantes que ajudam na ventilação interna e claro um desenho bonito e bem equilibrado. As peças externas são todas exclusivas do P018. Ainda compro outro...
Edson Gonçalves

Leo Gaúcho disse...

Alex, ontem quano o JM me ligou e disse que o carro havia chegado na transportadora, vazei pra lá.Eram 20 h, tava chovendo pacas!!!Mas peguei um guarda-chuvas que tenho no carro e fui lá acompanhar a descida do mesmo da cegonha!Pena estar chovendo, mas o carro parece muito bom.Realmente os bancos fogem do padrão, mas nada que assuste, pelo menos não está com um aerofolio alá "Velozes e Furiosos"!!!!(rsrs)

Luby disse...

Se precisar trocar as maçanetas coloca umas de alfa que fica joia JM fica ate muderno e mais atual heheheh

Dr. JMM disse...

hehehehe. luby, pnsc.
Léozito, obrigado pela preocupação e assessoria.
Alex, os bancos são originais e completos em couro, a papagaiada fica por conta do detalhe bege no centro, que consertarei sim, com certeza. aliás, voltará tudo ao "origem".
Abração.

Gesnei disse...

gesnei disse este p18 vermelho c/farois amarelos e meu desde 2000 e esta passando por ajustes de ordem mecanica e retoques na pintura que foi feita em 2001.só me arrependo de ter trocado os bancos mas o resto do carro é todo original sou apaixonado pelo modelo desde 1985 quando vi o meu carro com o primeiro proprietario e ficava namorando ele pelo vidro do onibus 15 anos depois por ironia do destino este carro foi ofereçido a mim .nicolielo adoro o seu blog

Leo Gaúcho disse...

Gesnei, este carro não é o que estava anunciado no Maxicar no ano passado?Ele é 1985, correto?O azul está com rodas do GTB, correto?

Felipe, quanto litros vão no tanque de combustivel do P-018?

Gesnei disse...

tenho um p018. este vermelho com farois amarelos e gotaria de saber se alguem tem ou sabe me dizer se o p018 saiu com manual do proprietario.alguem sabe?

Gesnei disse...

sim é o mesmo que estava anunçiado ,mas tive dificuldade em vender.agora estou retificando o motor e fasendo retoques na pintura logo logo estara novo talves preçise vender com muita dor no coraçao.

Leo Gaúcho disse...

Gesnei, entre em contato comigo pelo email flach.leo@gmail.com.
Aguardo.

Felipe Nicoliello disse...

Sandro,
Só foi feito um P-018 conversível e a história é cheia de controversas, só mesmo o Milton Masteguin para explicar.
Edson,
O P-018 do seu irmão já foi publicado no Puma Classic, ainda com placas amarelas...
Gesnei,
Obrigado.
Eu nunca vi um manual de P-018, e se não tinha, nem sei como eles driblavam o consumidor com essa falta. Vou perguntar ao Pasini, porque foi na época dele.

Anônimo disse...

Boa tarde pessoal!!
Eu andei postando num outro blog o meu desejo de voltar a fabricar os carros para quem quiser mais detalhes,o modelo que estou reprojetando tem o mesmo design do P-018,vejam abaixo:





Descrição básica do projeto

Tipo do veículo
Esportivo coupé,duas portas,dois lugares

Pesos (aproximado)
Em ordem de marcha 800 kg

Carga Útil Admissível 300kg


Perfomance (aproximado)
Velocidade máxima 220km/h

Aceleração de 0 a 100 km/h em 5,5 segundos

Motorização (ainda não definida)
Gm 2.2 Flex 150cv a 6200 rpm,montado na dianteira em posição transversal.
Câmbio mecanico manual de 5 marchas a frente e 1 a ré e tração dianteira.

Tipo de construção do Veículo
Monobloco,com carroceria em PRFV, e estrutura de fixação dos componentes mecânicos ( Chassi ),em tubos de aço rigido.
Formando uma só peça


Suspensão
Dianteira, independente do tipo Mcpherson com amortecedores hidraulicos de dupla ação,molas helicoidais de ação linear e barra estabilizadora.

Traseira,independente,(IRS),com braços triangulares transversais com amortecedores hidraulicos de dupla ação e molas helicoidais de ação linear.

Dimensões
As dimensões externas são as mesmas do projeto original feito por Milton Masteguim,que são:

Comprimento total 2150
Largura total 1650
Distancia entre eixos 2150
Altura total 1155
Bitolas dianteira/traseira 1417/1430
Vão livre do solo 185

Felipe Nicoliello disse...

Caro amigo anônimo (desculpe vc não colocou seu nome),

Como o Saloma lhe deu espaço para publicar isso? Vc leu meu comentário lá?
Desculpe mas acho muito primária as especificações e sem lógica. Até em sonho, eu que não sou engenheiro mecânico defino melhor essas especificações. Isso é sonho.
No desenho do Puma P-018, não há espaço de altura para colocar suspensão Mc Pherson (mesmo a de Fiat 147), muito menos o motor Chevrolet na posição transversal. Se colocar em cima do eixo dianteiro, o capô vai aumentar na altura, mudando o desenho do carro, se colocar atrás do eixo, o motorista vai sentar no banco traseiro. Outra coisa, 800 kg com essas especificações? Se o Puma AM3, com motor AP 600 pesava 1.100 kg, e mesmo com os materiais atuais, mais leves, vc vai fazer um verdadeiro milagre, não vou duvidar, mas é muito difícil.

Acredito que seja melhor vc visitar a fabrica da Lobini, assim verá que não é tão simples construir um chassi novo, e depois, contrate de um engenheiro para desenvolver o projeto, ele poderá lhe ajudar nas melhores soluções viáveis. Se quiser conheço um muito bom.

Irineu disse...

Sr. Anônimo,

Acho que o sr. confundiu a medida do comprimento total do carro com a medida da distância entreeixos. Mas isso não vem ao caso.

Será que usando powertrain GM é possível manter TODAS as medidas do P-018? Eu duvido que dê para manter, caso o carro seja feito, as bitolas como são no carro original. Também não consigo conceber que haja altura suficiente sob o capô dianteiro para alojar um motor GM de 4 cilindros. O mesmo para os paralamas. Não cabem as torres mcpherson GM lá. No P-016 já tinha sido tentado um recurso técnico alternatico com as torres dos Fiat 147 (se não me falha a memória - em todo caso, o Felipe publicou algo a respeito neste blog).

Repetindo, duvido que se consiga manter o belo desenho original do P-018 com a configuração mecânica pretendida.

Se quiser trocar idéias a respeito do carro em questão é só me escrever.

iri_jr@terra.com.br