quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Reportagens - Autoesporte Puma Exportação

Essa matéria pode parecer corriqueira das tantas publicadas aqui, principalmente por falar do início das exportações, pois falamos tanto desse assunto. Além disso as fotografias utilizadas são as mesmas que a própria revista já tinha publicado em 1969 em outra reportagem e no artigo da postagem anterior. A revista é de abril de 1970 e foi enviada pelo meu novo amigo João Pedro Marchina.
Inicialmente fala sobre o início das exportações, que vai para diversos países, mas logo começam a falar do novo produto, o GTE. A mídia ainda não o chamava por esse nome. Com isso concluímos que o GTE 1970 começou a ser fabricado no final do primeiro trimestre e não em meados de 1970.
Na segunda folha começa a descrição minuciosa do Puma GTE, como poucas publicações fazem hoje em dia. Está certo que muitas delas já sabíamos, mas eles dão detalhes do motor do Puma 1600 S, aquela versão preparada, que tinha as faixas cortando o Puma ao meio. Detalhes importantíssimos para quem gosta de mecânica, principalmente para saber a configuração dessa preparação executada pela Puma em 1970! Entenderam? 1970. Um dado muito raro para nós que gostamos da história e originalidade, porque não existem registros formais ou pessoas que lembrem em detalhes.
Para quem não tem paciência em ler tudo, abaixo uma parte da matéria com as dimensões, peso e medidas de rodas e pneus do Puma GTE a partir de 1970. E aí vocês poderão notar que as rodas de tala 7 polegadas na traseira era um item opcional, como sempre mencionei e que o peso de um GTE é maior que do GT, apesar de ter um parafuso a menos em cada roda, devido aos eixos mais largos (comprimento maior), acaba se tornando mais pesado.

7 comentários:

iRineu disse...

Tenho esse exemplar da AutoEsporte. É do tempo em que a revista era legal. Muito boa a matéria sobre esse carro, aliás. Exemplo pras merdas publicadas hoje na rasa Quatro Rodas. Isso prova que não é necessário ser jornalista pra falar/escrever sobre carro. Basta conhecer carros (e dominar uma língua).

Luca disse...

Felipe, um Puma 70 com esse tipo de motor é encarado como original?

Ornesto disse...

Tô vendendo um jogo de parachoque de inox novos para puma até 75.

JPMarchina disse...

Tenho essa e mais algumas completando apenas um ano e pouco de Auto Esporte, uma pena, enviarei outra matérias delas ao meua amigo Felipe, aprimorar ainda mais o seu acervo, abraço a todos

Mazinho Rocha disse...

Ô Ornesto...

Felipe Nicoliello disse...

Luca,
Claro que sim, desde que não tenha peças modernas de preparação.

Mazinho,
Vc não queria um jogo de inox, aproveita aí esse do Ornesto!

Daniel Pardo disse...

Em 1970 o Puma foi exportado, porém, 6 anos depois, o Brasil se fechou completamente para os produtos importados e permaneceu assim até 1990, quando abriram o mercado para os produtos importados, carros inclusive, e foram justamente esses que "mataram" o Puma, vai entender...