segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Artigo (37) Acessórios Esportivos

O interessante artigo publicado na revista Autoesporte de março de 1968 mostra diversos acessórios esportivos fabricados naquela época, para equipar um piloto iniciante. Ilustrando a matéria um Formula Vê "Fitti-Vê", com todo seu potencial revolucionário em inovações, como o bico do monoposto e o bocal de abastecimento atravessando o para-brisa.
Nos acessórios vemos as interessantes rodas Mangels, com aro de aço cromado e miolo em alumínio, modelos que pouca gente conhece, para DKW e outro modelo para VW cinco furos. Também vemos o início do banco "concha" e escapamento tipo "aranha".

8 comentários:

iRineu disse...

Belíssima foto. Um Fitti-Vê. Provavelmente do Môco. Me corrijam se eu estiver errado.

Eduardo Luis disse...

pena que não dá pra ver direito a descrição dos acessórios... uma coisa tenho certeza, a moeda era cruzeiros novos...

Luby disse...

As rodas eram as chmadas leve ligeira aluminio e aço muito usadas nas berlinetas ...

ramoswr disse...

Caramba !!!

O Irineu sabe de tudo relativo as corridas e seus protagonistas.
Veja-se comentário da materia anterior.
Realmente , ele e o Felipe dão show.

Walter Ramos

Mario Estivalet disse...

iRineu - carro do Moco sim.
Veja réplica em
http://formulave.webng.com/081-01-07-replica.htm
(Felipe, desculpas pelo comercial.....)

Eduardo - veja a imagem ampliada em http://formulave.webng.com/060-diversos/60-07-AE41-mar68-28-29-lg.jpg

Felipe Nicoliello disse...

Marião,

Quer dizer que fez o site e não me falou nada?
Não vai fazer propaganda do seu site de Formula Vê
http://formulave.webng.com/, nem do outro sobre Lorena http://www.webng.com/lorenagt/
porque eu não deixo.

E eu tive que comprar a revista...

Fernando Portilho disse...

Cada um comenta o assunto que domina, sem nenhuma restrição.
Este é o espírito do Pumaclassic, e isto é FANTÁSTICO!!!

iRineu disse...

Eu não sei nada de corrida. Quem sabe é o Joca, o Mario, o Zullino, o Saloma. Esses caras é que sabem das, digamos, efemérides. Minha praia é outra: backstage das corridas - malandragens, sacanagens, burladas de regulamento, histórias que nunca foram publicadas, essas coisas. Cêis não fazem idéia de como fico feliz quando converso com o Miguel Crispim, Carlos Sueco, Zé Forcolin, Gibinha (filho do grande Gilberto Magalhães, o Giba), Attila Sipos. Aliás, essa é uma parte boa da vida: conhecer os caras que fizeram história em corrida de carro, conversar com eles, aprender, saber e eventualmente correr contra eles de kart. Dia desses fizemos uma corrida só com pilotos de kart que andaram nas décadas de 70 e 80. Muito boa a brincadeira. Estamos pra armar outra dessas. Tá todo mundo convidado, claro, pra ir ver. Eu aviso bem antes quando e onde vai ser. A gente chama essas corridas de Grande Prêmio de Kart Indoor pra Terceira Idade, ou GPKITI. Aproveitando, vou fazer um jabá pro Marcelo Afornali, de Curitiba, que é restaurador de karts antigos. Vai ter, no dia 19 de novembro próximo, uma corrida só com karts vintage no kartódromo Raceland. Já tem 19 inscritos. Eu no meio, claro. Vou de Maxi-mini 1972 com motor V12 e pneus Pirelli.