quinta-feira, 8 de julho de 2010

Evento de época - Puma 40 anos de Fundação (2)

Continuando a série da festa dos 40 anos de Fundação da Puma, realizada em 2004 na cidade de Curitiba, com a visita na extinta fabrica da Alfa Metais Veículos. As fotos foram enviadas naquela época, pelo meu amigo Leandro Guilherme de Londrina-PR.
Um galpão enorme quase as moscas.
Mas ao fundo a grata surpresa.
Carrocerias de vários modelos: AM3, AM4 e AMV.
Um monte de chassi de AMV empilhados.
Papéis antigos da fabrica descartados, que talvez não tivessem valor, mas como valor histórico para nós era muito importante.
Pilhas de sucatas e moldes jogados ao tempo.
Leandro (de boné) e Mário da Pizza observando as peças e moldes.
O molde do painel do AMV.
Aqueles moldes que mostrei outro dia.
Mais moldes com cabine de caminhão.
Enfim, um passado que não existe mais, para ficar apenas na lembrança de quem viu.

23 comentários:

Fernando Portilho disse...

Bom dia Felipe.
O sentimento diante destas imagens, é de uma certa frustração.
Por outro lado, faz com que nos apaixonemos mais ainda pelas nossas "FERINHAS".
Será que veremos a fábrica voltando à ativa um dia?
Abraço, Fernando.

smarca disse...

Que fim levaram essas carrocerias, chassis, moldes e papéis em geral?

Goodtimes disse...

Fiquei com a mesma pergunta do Sandro: onde foi parar este material todo? Será que algum "chacal" de plantão não surrupiou as carcaças das feras?....
Lembrei, também, que a VW do Brasil descartou milhares de documentos e fotos da fábrica, sem dar a mínima importância ao seu próprio passado. Sorte que alguns funcionários resgataram parte deste material.

gabriel disse...

Fernando isso ai é aquilo que eu falei para o felipe outro dia. o dono morreu e ai fica a questão. ninguem vende fica a divida se é para vender pede-se um chucalão de reais digo dolar pois só se pença nesta maldita moeda que quebrou quase todo mundo e depois que não se vende pois não apareçe ninguem fica ai tudo se acabando. Marca eu acho que ninguem teve interesse de pagar uma empresa de vigilançia para cuidar disso. Good se a propria WW não teve interesse de resgatar documentos desta parceria que tinha com esta empresa quem iria ter. que temos amor no coração e vontade de fazer a coisa acontecer voçês sabem que a puma era uma pedra no sapátp da WW e que a mesma não a via com boms olhos lembram da Gurgel foi só o Sr. Koão lamçar o motor dele que teve o fornecimento cortado pela WW coisas da concorrencia, coisa que eu acho uma ignorância pois existe ercado para todos. fico por aqui porque senão é bem capaz do Felipe achar que eu tó querendo botar lanha na Materia, ei por falar em materia vol pedir para minha esposa escanear tudo hoje para te enviar ainda esta semana que vem certo. um abraço

gabriel disse...

Olha eu queria ratificar o que eu disse antes o certo é Sr. João Augusto do Amaral Gurgel e o sentido é nôs que temos amor no coração

Eliel Levi disse...

fico com uma dor no coração em ter visto tudo isso pessoalmete e hoje revendo aqui no blog e como o Felipe me disse . . .tudo se foi.. .desapareceu.só essas fotos pra contar a historia.
MAS>>>
a ultima foto que tem um molde em cima de uma cabine de caminhão, esse molde parece muito com o mini puma, mas a janela lateral traseira é diferente, seria algum novo prototipo??

Anônimo disse...

DESAPARECEU NÃO....QUEM CONHECE A HISTÓRIA E ESTAVA LÁ SABE MUITO BEM AONDE FORAM PARAR OS BENS QUE ERAM DA EMPRESA...MESMO FALIDA AINDA ERAM DELA...MAS ISSO NINGUÉM COMENTA!!!

Sergio Tempo disse...

hehehe, o Anônimo acertou em cheio, hehhe

smarca disse...

Insisto: gostaria de saber para onde foi tudo aquilo.

Alguém comentará?

Sergio Tempo disse...

Sandro, nem morta!!!

smarca disse...

Então tá.

Vou procurar saber conversando pessoalmente aqui e ali ao longo do tempo.

Acho melhor né? Hehehe.

Felipe Nicoliello disse...

Fernando,
Never more! Se um dia voltar, não será uma sequência da história anterior, carregará apenas o nome.

Luciano,
A VW queimou todos o prontuários antigos de Fusca e outros. O Fusca Club reclamou, mas segunda a VW eram documentos que não interessavam mais e aqui falo eu: nenhuma grande empresa em atividade quer ver seus documentos circulando por aí.

Gabriel,
O Puma Classic é o canal de todos nós, para falar o que se pensa e quanto quiser. Só excluirei comentários que possam vir criar problemas jurídicos para o blog.

Eliel,
Não sei te dizer do que se trata, pq além da janela traseira, a porta tb é diferente, precisaria ver mais detalhadamente.

Sandro,
Existia uma certa "facilidade" de comprar essas carrocerias e alguém tirava lá de dentro. Não sei como funcionava o esquema, mas sei que muitas carrocerias que foram vendidas em 2005,2006 e até 2007 vieram de lá. Um dia alguém foi lá e "comprou" o resto que sobrou e levou embora. Eram bens da empresa falida, que como disse anteriormente, não houve um administrador com pulso ou com dinheiro para conter os roubos. Se até da casa da gente, entram e roubam, imagine uma empresa abandonada. É uma posição complicada do administrador da massa falida, que tb não tem total poder de destinar o caminho correto das coisas, tudo tem que pedir a benção do judiciário. Na Gurgel, tudo aquilo que o administrador não conseguiu vender, teve que jogar fora para poder vender o imóvel e dar continuidade no processo. No caso do Museu de Caçapava, nem isso o administrador conseguiu fazer e está tudo sendo perdido com o passar do tempo.
Agora independente do ocorrido, a pessoa que ficou com isso, ficou com um monte de sucata, como já falei, molde tem que ser bem tratado. E as carrocerias, vai fazer o quê? Hoje a carroceria crua representa 10% do custo total de um Puma AM ou AMV. E onde vai achar aquele monte de peças exclusivas que não existem mais? Vai montar novos Puma para vender por 70 a 80 mil reais? Ou vai montar com sucatas e vender por 30 mil? Não se consegue montar por menos comprando todas as peças, mesmo que usadas e ainda fazendo adaptações.
Por isso que ninguém dá nada por uma ferramenta de uso exclusivo, se só serve para fabricar aquilo e se aquilo não tem mais mercado, não vale nada.

gabriel disse...

conpanheiro Felipe me permita chama-lo assim já que não o coheço pessoalmente. eu vejo desta foema se ela volta-se creio no meu ponto de vista que seria uma continuidade pois a bugati ta ai fechou abriu fechou e abriu de novo, são parametros diferentes mais esta ai só que no caso da puma foi temtado fazer uma coisa e não suriu efeito, pois já começou errado com a puma gtb com aquele design horroroso pois o carro parecia que havia levado uma trombada de frente e sido recuperado numa oficina boca de porco qualquer como se costuma dizer ai em São Paulo depois veoi a historia de colocar o motor do santana/gol na traseira modificando todo o projeto ao inves de se tentar resgatar o projeto p 018 com o proprio chassi puma e a suspenção macpherson na dianteira, é como eu digo a voçê foram erros sucesivos que fizeram ela sumir novamente mais eu creio que se ela volta-se seria muito bem vinda pois somos uma legião muito grande é só olhar os encontros que não param de crescer a cada dia que passa eu penço assim como eu disse lá no outro comentario é com muio amor no coração não que eu diga que voçê não pense mais somos muito e um dia quem poderemos ser fortes de novo um grande abraço para voçê

Sergio Tempo disse...

Outro detalhe das carrocerias, sei de varias pessoas que montaram os AM e não conseguiram documenta-las, tiveram que comprar um puma e "esquentar" esses AM,s estão com o ano de fabricação 78, 80, e nos documentos GTS, GTE, depende o que "compraram".
Devido a isso o Rossatto que ainda tem peças para vender, só os faz se o comprador apresentar os documentos do verdadeiro AM/AMV

Leo Gaúcho disse...

Eu vou discordar em parte do Gabriel.Não vejo um erro na parte de desiner dos carros.Não posso concordar que o primeiro GTB possa ser taxado de erro.Acredito que a evolução do carro foi uma situação natural, como é ainda hoje!Para os padrões de época era coniderado o ápice do desenvolvimento esportivo de um carro.Do primeiro GTB(GTO) surgiu o S-1, mais bonito e melhorado, e depois o II, mais bonito e melhorado... Eu acredito que houve foi uma evolução natural, e não um erro.A sistematica de colocação do motor AP no P-018 também não entendo como erro, mas friso novamente a evolução do carro como um esportivo!O AM 3/4 veio com o motor AP, e veio bem!Eu particularmente compraria um sem problemas!O que não dá pra concordar, e eu não concordo, mas respeito, é colocar um AP onde não tinha AP!!!Em relação a reabertura da fabrica, acredito que o custo do carro iria lá em cima!!!Sejamos realistas, sou apaixonado pelo Puma, mas não compraria um Puma bem desenvolvido por uns 150 ou 200 mil.Com este preço eu compraria um Porsche 1995/96, Carrera.Ou alguém compraria um Lobini?(não desmerecendo o projeto Lobini).

Anônimo disse...

O 'Níveo' me falou q:

- "...a fábrica era toda em pré-moldado de concreto da famosa e qualificada 'CONSID', teria custado uma boa nota!"

(Ronaldo)

Nelson disse...

Brasil, Brasil ...

Anônimo disse...

- "...depois estive em Curitiba em fins de 1996 -após as festividades de meus 25 anos de formatura na PUC-Minas- só ñ fiquei totalmente triste pq o caminhão ainda estava em produção!"

(Ronaldo)

gabriel disse...

Ronaldo, pelo que eu sei e li atê hoje é que o Sr. Niveo de lima gastou na epoca foi algo em torno de 3 milhões de dolares para construir aquilo ali. se é verdade eu não sei mais se é foi um bocado de dinheiro. ai eu penso, Leo depois que o cara moreu não apareceu ninguem para comprar. nem o negocio foi adiante é um bocado triste pois se voçê mesmo disse que custando 150,000 mil uma puma hoje estaria caro eu já não considero assim, pois é o mesmo que pegar o praço pago na epoca e atualizar quanto ao caso de comprar um porsche, eu vejo da seguinte forma a puma era e ainda é bom um carro teria carisma do mesmo jeito, porque senão não teria havido este encontro na Alemanha, pois é lá que ficava e fica o berço da Porsche da Mercedes Bmw quanto ao design ai já é outros quinhentos. um abraço

Fernando Portilho disse...

Depois de tanto tempo, o Puma ainda mantem seu espaço e uma paixão viva em todos nós que gostamos do carro.
Não vejo que tenha que ser comparado a qualquer outro, visto sua personalidade absoluta.
Concordo com o Gabriel quando diz que fez sucesso no berço dos Porsches, Mercedes e BMW.
Abraço, Fernando Portilho

Anônimo disse...

Acabou pois não teve evolução.
Os modelos GTB, Caminhão, GTI e GTS ficaram mais feios. A mecanica dos esportivos estagnou. Iniciou-se a importação. Modelos diferentes, mais estáveis com melhor desempenho. Novidades! Então...
Até o Gurgel com utilitários que nem tração nas quatro tinham. O Niva matou este.
Quem poderia viver era o Puma 4T, mas como a Fábrica se foi...

PauloSérgio

gabriel disse...

é paulo evolução ela teve só que não souberam fazer direito pois o gtb teve sua imagem maculada com aquela pá de limpar gelo que colocaram embaixo do para choque depois trocaram mais ai já foi o caminhão eu não digo nada pois conheci um motorista a uns quatro meses atras que disse que o caminhão é muito bom de dificio quebra e olha que o carrinho já era um meodelo bem antigo quanto ao gti e gts evoluiram para o modelo p018 e depois para amv1 2 3 4 5 6 e por ai vai não sei porquetanto mumero bastava dizer p018 e p018C de cnversivel, mais como brasileiro gosta de novidades preferiram comprar aquela coisa chamada lada niva que era quatro por quatro mais deixava o proprietario com quatro bicepis e tricepis pois nem direção hidrauliva a peste tinha.

Anônimo disse...

como todo bom brasileiro so damos valor o que vem de fora!