segunda-feira, 19 de março de 2012

Miniatura Puma - Autorama Escala 1:32

O Puma no Autorama Estrêla foi lançado no final dos anos 60, sendo o Puma II (VW) a base para o carrinho. O Puma GT VW existia há pouco tempo e já ganhava uma miniatura importante, porque desde o natal de 1963, a Estrêla vinha encantando a garotada e marmanjos do Brasil. Qual outro carro desenhado por brasileiros ganhou miniatura notória? Somente o VW SP2, mais de 40 anos depois do Puma Estrêla, a Mattel lançou o SP2 Hot Wheels.
Quem não lembra desses bólidos nas pistas de Autorama? E a meninada não deixava por menos, preparando o Puma ao extremo. Além da decoração externa, mudanças no chassis, motor e rodas faziam esses Puminhas andarem junto com Corvette, Chita, Chaparral entre outros.
Esse chassi já era preparado.
Outro Puminha mais normal...
...Com o chassis basculante original.
Como a evolução não pára em nenhuma atividade, no Autorama pudemos ver as carrocerias "bolhas" fabricadas por independentes, já no modelo Puma de 1976 em diante. Essas carrocerias eram feitas de plástico transparente em uma única peça, super leves e depois fixadas com alfinetes...
...No chassis também fabricados por independentes. 
Outro Puminha com carroceria "bolha". Seus fabricantes não descuidavam da aerodinâmica, afinal esses carrinhos atingiam velocidades impressionantes.
O bom nessas carrocerias que podiam ser cortadas facilmente para colocar rodas maiores ou mesmo deixavam a dianteira tampada, sem corte, para melhorar a aerodinâmica. Como eram baradas, as carrocerias eram trocadas constantemente. Também não duravam muito tempo, principalmente na fixação, onde vários buracos eram feitos, quando o buraco antigo tinha alargado e não prendia mais.
A gama de modelos de chassis eram imensa e cada qual tinha sua preparação para o carrinho andar mais. Os tipos de motores nem se fala, compravam motores muito fortes e ainda os preparavam. Sim, preparar motor elétrico, com novo enrolamento de fios no induzido. Para variar, tudo dependia do bolso de cada um, como nas corridas de automóveis.

3 comentários:

iRineu disse...

Ah! Muito legal o post. Eu tenho um molde de silicone dessa carroceria da Estrela. Fiz um Puma pra mim em resina, com mecânica by Irineu. Ficou bacana e anda bem. Precisava é pegar alguém bom de modelagem em 3D pra fazer a carroceria de algum Puma (Espartano, de preferência, e bem detalhado) pra depois plotar em plástico e em seguida tirar molde e fazer em resina poliuretânica.

smarca disse...

Também fazia-se "furos" no induzido, 3 um em cada, tomando o cuidado de mante-lo perfeitamente balanceado.

Era um método empírico que exigia alguma habilidade e sensibilidade de quem estava com a furadeira na mão.

Nunca tive um autorama (frustação de infância), meus pais não podiam, mas ganhei um Puma igualzinho ao azul postado (o mais normal) todo original. Lembro-me que lixei a carroceria por dentro um tempão para ficar mais fina e leve e fiz os tais 3 "furos".

Meu quase vizinho, o que me deu o Puma e tinha uma pista imensa, montada inclusive com uma fonte mais forte que a original da Estrela, se arrependeu depois de ter me dado o Puma, tanto trabalho que dei até ele comprar um carrinho mais forte, com outro motor (acho que era Mabuchi ou algo assim) e levar vantagem novamente.

E tinha o grude também, que a gente passava nas rodas traseiras.

Bons tempos!

sandrogte disse...

Eu fui proprietario da COBRA AUTORAMA em Curitiba e baseado nesta bolha do puma aí do post fiz um molde para curtir e acabei vendendo mais de 50. Tentei chegar o mais próximo dos modelos tubarão 76, gte até 80 e gte borrachão. Deles eu cortava e fazia os conversíveis também. O Sérgio "Time" tem um que pintei com a tinta do puma dele, hehehehe.
Vou mandar uma fotos dos modelos pra vc ver Felipe.