quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Chassi Puma após 1976

Como todos sabem, em março de 1976 a Puma lançou o novo modelo com carroceria remodelada e chassi de Brasília, mais largo nas laterais; aproveitamento melhor do assoalho perto dos pedais por causa do cabeçote do chassi mais curto ficando mais avançado; alavanca de cambio mais próxima ao motorista; alavanca de freio de mão mais curta; e túnel mais baixo com crista reta. Fora isso, o chassi permaneceu inalterado. Seu comportamento e suspensões basicamente inalterados. 
Quando forem procurar alguma peça do chassi de um Puma, procurem também pelo mesmo modelo correspondente VW, ou seja, de 1968 até 1976 1a. série, peças iguais ao VW Karmann Ghia ou alguns modelos de Fusca; de 1976 2a. série até 1984, peças iguais ao VW Brasília. Sempre correspondendo ao ano do Puma com o mesmo ano do VW.
Abaixo a figura do chassi Puma no catalogo de peças do concessionário, onde vemos todos as peças e nas páginas suas numerações Puma e nome de cada peça.
Uma peça muito procurada, né Enéas, é o coxim traseiro da carroceria n°8 (nada a ver com suspensão) que é igual a de todos VW Brasília e Fusca que tenham rodas de 4 furos. 



3 comentários:

Leo Gaúcho disse...

Acredito que este foi o chassis mais acertado que a Puma conseguiu para montar suas carrocerias. Acho que a distribuição de peso nos modelos da linha GTE/GTS/GTI/GTC são os melhores dentre os modelos de Puma fabricado, incluindo os da linha posterior que são os da Alfa Metais.

Chicopuminha disse...

FELIPE, BOM DIA.
Colegas comentam que se a suspensão possuir catracas, melhor usar os amortecedores dianteiros do Chevete ao da Brasilia; qual sua sugestão. Em tempo, as suspensões "catracadas" saiam de fábrica na Puma ?
Obrigado

Sergio Silva disse...

Boa tarde Felipe, poderia tirar uma duvida?
Os GTB S2 já saiam de fábrica com Ar Condicionado como item de serie ou era um opcional.

Abraço,

Sergio